Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 25 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Eleição 2010: ainda somos minorias na política, por Carolina Assis

13 Out 2010 - 08h27

Eleição 2010: ainda somos minorias na política

 

 

 

 

(*) Carolina Assis  

 

“São poucas, ainda, as mulheres que conquistam posições de destaque no campo político”...

 

Posso citar como exemplo o resultado da eleição estadual 2010, em Mato Grosso do Sul, onde elegemos apenas duas deputadas estaduais. A mulher foi considerada patrimônio do homem, e hoje cabem a todos nós cidadãos mudar essa realidade no dia-a-dia.

 

Elas são maiorias entre a população, as mulheres seguem com menor inserção na política brasileira, onde se revela a natureza atrasada da nossa sociedade conservadora. Apesar desse pequeno número de mulheres na política, percentual baixo até para os padrões internacionais médios. E embora sejam minorias, as mulheres, é visível o crescimento progressivo na participação delas na política, desde 1989, quando o país foi às urnas para escolher um presidente pela primeira vez após a ditadura militar.

 

Na pesquisa divulgada pela União Interparlamentar (IPU, da sigla em inglês), que analisou 187 países, apontou uma pequena tendência de crescimento na presença de mulheres nas Casas Legislativas de diversas partes do mundo. Nosso país nunca teve sequer uma mulher que tenha disputado com chances reais as eleições para a Presidência da República.

 

E hoje, estamos no século XXI, temos a participação igualitária de mulheres e homens nos processos de tomada de decisões em quase todos os níveis. As mulheres têm maior acesso e conhecimento efetivo nas esferas de poder e na tomada de decisões, com representação equilibrada no mercado de trabalho, nos cursos superiores e menos na política. É preciso denunciar o que ainda falta para que se alcance a plena igualdade entre mulheres e homens no poder Executivo, Legislativo e Judiciário.

 

O movimento feminista na política é basicamente importante para o avanço das políticas de gênero no Brasil. As mulheres são muito mais humanas e lutam com mais empenho por bandeiras de inclusão social, como; educação, segurança, saúde, pelo fim da violência contra as mulheres e também pelo reconhecimento de um trabalho invisível e silencioso que é o trabalho doméstico.

 

As inserções das mulheres na política aumentam as possibilidades de mudança em direção a uma sociedade mais justa, fraterna e democrática. Elas contribuem na mudança de suas comunidades, seus países e o mundo.  Mas não basta ser mulher para mudar a condição da mulher na política. É preciso que a política seja vista pela ótica da mulher. Só assim haverá uma inovação, e a participação feminina será uma conquista, não uma concessão.

 

Independente do que possa acontecer nos próximos dias, o que estou tentando alertar todas nós não é para que votem somente em mulheres, mas em quem tem melhores condições de exercer o poder e nos representar no panorama político brasileiro.

 

É importante dizer que para começar a construir um futuro melhor, não precisamos de pouca coisa. Um país novo não se faz com promessas, se faz com a soma de propostas coerentes, e com a união de forças para que possamos construir um Brasil democrático.

 

Sem mais, agradeço deixando a seguinte consideração: a política é a arte de aliarem-se meios a fins.

 

(*) Jornalista, DRT-394/MS

Ass. de Impr. Dep. Est. Amarildo Cruz

E-mail – carolina.jor2009@gmail.com

MSN – carolina.jor2009@hotmail.com

Contato – 8436-9196 ou 9252-5197

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso