Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Edmundo perde pênalti e Vasco bate o Palmeiras

19 Out 2006 - 06h09
O Vasco venceu o Palmeiras por 3 a 0 em jogo antecipado da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro e continua vivo na luta por uma vaga na Libertadores da América. Edmundo, ídolo de ambas as torcidas, desperdiçou mais uma cobrança de pênalti contra o time carioca, que o revelou para o futebol.

Edmundo foi recebido de braços abertos pelos vascaínos em São Januário. Antes do início da partida, o atacante, vascaíno confesso, chegou a chorar de emoção.

"É muito bom, não tem como não me emocionar com essa torcida", disse o atacante, campeão brasileiro pelo Vasco em 1997.

O emocional pesou. No segundo tempo, quando o Vasco já vencia por 2 a 0, ele cobrou pênalti sofrido por Paulo Baier. Chutando no canto direito, ele tirou a bola do alcance do goleiro Cássio, mas a bola tocou a trave e saiu.

O veterano atacante já perdeu pênaltis contra o Vasco duas vezes, quando atuava por Cruzeiro e Santos.

As bolas paradas foram destaque na partida. Amaral, de falta, Morais e Leandro Amaral, de pênalti, fizeram os gols cruz-maltinos.

Com o resultado, o Vasco chega a 47 pontos, dois a menos que Santos e Paraná, que estariam classificados para a Libertadores caso o Brasileiro acabasse hoje. O Palmeiras permanece com 37 na 14ª posição e pode terminar a rodada muito mais perto da zona do rebaixamento.

O jogo O Vasco começou dominando a partida, criando as melhores chances, mas a bola não entrava. Aos 19minJean fez grande jogada e tocou para Ramon chutar para boa defesa de Diego Cavalieri. A pressão continuou e, aos 22min, Ramon cobrou falta com categoria na trave direita e, no rebote, Leandro Amaral mandou a bola para fora.

Após o susto, o Palmeiras acordou e tornou o jogo mais equilibrado. Assim, o movimentado primeiro tempo acabou mesmo em 0 a 0. Mas o time da Colina logo tratou de pôr um fim ao jejum de gols e abriu o placar de São Januário aos 8 minutos da etapa final. Amaral cobrou falta da intermediária, a bola passou pela barreira, desviou em Leandro Amaral e enganou Diego Cavalieri.

E o Vasco queria mais. Aos 13min, Paulo Baier deslocou Ygor dentro da área e Leonardo Gaciba marcou pênalti. Morais soltou uma bomba no meio do gol e ampliou o placar para a equipe da casa.

Paulo Baier se redimiu do pênalti cometido ao sofrer falta de Diego dentro da área. Edmundo se preparou para a cobrança do pênalti ao som de "Ah! É Edmundo" e resolveu poupar seu time de coração ao bater para fora aos 28 minutos. O atacante desperdiçou a chance de empatar com Zico - que tem 135 gols - e se tornar o terceiro maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro, atrás apenas dos outros ídolos vascaínos Roberto Dinamite e Romário.

Aos 43min, o árbitro assinalou o terceiro pênalti do jogo após falta de Marcinho Guerreiro em Mádson. Leandro Amaral cobrou, marcou e Leonardo Gaciba mandou voltar. O atacante vascaíno bateu de novo, no canto direito de Diego, e, desta vez, valeu o terceiro gol do Vasco, o quarto do jogador pelo clube.

Na 31ª rodada, as duas equipes farão importantes clássicos regionais. O Palmeiras receberá o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 22h, no Morumbi. Já o Vasco tentará a revanche da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, na quinta-feira, às 20h30, no Maracanã.

 

 

Terra Redação

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro