Menu
SADER_FULL
terça, 7 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dunga admite frustração com empate diante de Portugal

25 Jun 2010 - 15h16Por Agora MS
Apesar de o Brasil ter assegurado a primeira colocação do Grupo G da Copa, Dunga admitiu uma certa frustração com o empate por 0 a 0 contra Portugal, nesta sexta-feira,  em Durban. "Não estamos felizes. Nós jogamos sempre para ganhar", afirmou o treinador, culpando a tática defensiva dos portugueses pelo resultado.

Segundo Dunga, o Brasil não conseguiu impor a velocidade que ele gostaria de ver. Diante disso, a tática foi "manter a posse de bola para cansar o adversário". Mas aconteceram muitos erros de passe, que irritaram o treinador durante a partida. "A gente forçou o jogo muito pelo meio. Eu gostaria que fosse mais pelas laterais", contou ele.

Durante a entrevista coletiva, Dunga também comentou sobre a substituição de Felipe Melo aos 44 minutos do primeiro tempo entrou Josué, logo depois de o volante ter levado um cartão amarelo e de ter mostrado muito nervosismo em campo. "Ele teve uma torção (no tornozelo esquerdo), poderia agravar a lesão", desconversou o treinador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem