Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Dualib entrega caso Tevez a advogados e prevê punição

23 Ago 2006 - 13h18
O presidente do Corinthians, Alberto Dualib, disse nesta quarta-feira que entregou o caso do sumiço do atacante Carlos Tevez ao departamento jurídico do clube. Embora diga que o caso ainda precisa ser bem estudado pelos advogados, o cartola anunciou a possibilidade de punição ao jogador argentino.

"(O caso) foi entregue ao jurídico. Existe um contrato, e contrato é para ser cumprido", disse em entrevista à rádio Jovem Pan. "A punição cabe uma vez que o clube não foi consultado e temos um jogo importante (nesta quarta, contra o Juventude). Não gostaria de antecipar nada porque não estou a par do que deve ser feito", completou.

Dualib disse desconhecer a informação de que um possível atrito entre o atacante e o técnico Emerson Leão teria motivado o abandono. "Posso assegurar que eles não brigaram. Quando estivemos juntos na concentração, estavam juntos, amistosos e de bom-humor", garantiu.

Tevez foi visto na madrugada de segunda para terça-feira em uma casa noturna de Buenos Aires. Dualib, que não foi informado sobre a viagem do atleta, disse que só consegue imaginar que o costume de visitar familiares e amigos como motivo. "Ele estava acostumado a viajar na segunda-feira à Argentina e foi no embalo, essa é a única explicação. Fomos surpreendidos", declarou.

O cartola não descartou negociar o jogador, apesar de ter negado qualquer contato do Manchester United, da Inglaterra. "Não houve nenhuma proposta, não sei de onde saiu isso. Qualquer um que tenha interesse deve consultar o clube antes através de uma carta. Não é o primeiro, deve ser o décimo que aparece na imprensa como interessado. Precisa haver interesse do jogador, do parceiro e do Corinthians. Não posso dizer que dessa água não beberei", declarou.

O presidente do clube alvinegro também espera o desfecho para a não-liberação de Tevez e Mascherano para defender a Argentina no amistoso do 3 de setembro contra a Seleção Brasileira. "Entregamos ao nosso departamento jurídico, que está estudando o que deve ser feito. Não podemos ultrapassar nada que a lei não permita", avisou.

Por fim, Dualib disse desconhecer a possibilidade do iraniano Kia Joorabchian deixar o grupo parceiro MSI. "No caso de qualquer modificação na estrutura contratual deveríamos (Corinthians) estar de acordo. Como não houve consulta, acho que não deve estar acontecendo isso".

 

 

Terra Redação

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS