Menu
SADER_FULL
terça, 24 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
Brasil

Dourados registrou 40 homicídios durante o ano

12 Set 2013 - 10h57Por Dourados News

Nos primeiros 10 dias de setembro, quatro assassinatos aconteceram em Dourados e segundo a Polícia Civil, durante os quase nove meses de 2013, 40 homicídios ocorreram na cidade. Número preocupante, se comparado aos 42 registrados até outubro do ano passado

“Neste ano estão acontecendo mais homicídios do que no ano passado e a maioria dos crimes são com envolvimentos de familiares ou conhecidos. A maior parte dos autores eram usuários de drogas, já tinham passagem pela polícia ou atos infracionais quando menores. Mas, 90% dos delitos dos últimos dois meses foram esclarecidos”, explicou o delegado da Polícia Civil, Antonio Carlos Videira.

Um dos casos que pode confirmar isso aconteceu na noite de segunda-feira (09), em que o servente de pedreiro, Joelcio Pereira Batista, 25, foi assassinado com três tiros, que atingiram seu queixo, ombro e tórax, na rua Rui Barbosa, Vila Almeida.

O acusado da morte foi identificado por João Paulo Abreu Amaral, 18, morador na Vila Cachoeirinha. Ele namorava a filha da esposa da vítima e de acordo com as informações relatadas à polícia, seria usuário de drogas e na semana passada, a mãe da garota o havia expulsado de casa. No dia, ele chegou a ameaçá-la, dizendo que não deixaria barato.

Outro crime ocorreu às 23h de sexta-feira (06), em que Fábio Júnior Montserrat Rodrigues, 31 anos, morador na vila Mariana, morreu, após ser atingido por três golpes de faca desferidos pela amásia Rosimeire Lima Velásquez Ferreira, 37 anos.

A amásia o atingiu com duas facadas nas costas, momento que ele se virou e recebeu mais um golpe no peito. A vítima foi socorrida por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para o hospital da Vida, onde chegou a ser medicado, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e acabou morrendo.

De acordo com o comandante da Polícia Militar de Dourados, coronel Ari Carlos Barbosa, a polícia faz o possível nas ações preventivas, contudo muitas das ocorrências acontecem dentro das residências e os autores utilizam nos crimes facas, barras de ferro e pedaços de madeira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LIGAÇÃO FATAL
Mulher dirige falando no celular, capota carro e morre
ASSASSINATO
Policia persegue e apreende menor que matou líder do PC do B em assentamento
TRISTEZA NA FAMILIA
Menino de 4 anos morre após quebrar o pescoço durante brincadeira
ALTA NO PREÇO
Bolsonaro diz que alta nos preços dos alimentos é consequência do "fique em casa"
CORONAVIRUS
UFPR confirma que dois cachorros testam positivo para coronavirus
AUXILIO POPULAÇÃO
Ala política defende prorrogar auxílio emergencial, mas Bolsonaro ainda não decidiu
DIAGNÓSTICO COMPROMETIDO
Bolsonaro diz que estados e municípios devem explicar testes de Covid sem uso prestes a vencer
FENÔMENO DA NATUREZA
Meteoro explode sobre a fronteira do RS com o Uruguai; veja imagens
PANDEMIA
Brasil acumula 6,07 milhões de casos e 169 mil mortes por covid-19
VENDA DE CARROS
A venda de carros novos continua crescendo