Menu
SADER_FULL
quinta, 24 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dourados monta 56 pontos para vacinação anti-rábica

24 Set 2010 - 16h16Por Assecom

Neste sábado, todas as pessoas que possuem cães e gatos com mais de quatro meses de idade devem levar os animais de estimação a um dos 56 postos de vacinação montados em Dourados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) para a imunização contra a raiva. O objetivo é vacinar 33 mil animais domésticos no município.

Em Dourados, os postos de vacinação funcionarão nas sedes das escolas da rede pública de ensino, em algumas unidades básicas de saúde e nos parques e praças do município. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Segundo o veterinário do CCZ, Eduardo Arteiro Marcondes, por determinação do Ministério da Saúde não será permito levar as vacinas para os donos aplicarem nos animais em suas próprias residências.

A vacinação acontece com o apoio do CCZ, da Secretaria Municipal de Saúde e dos acadêmicos de veterinária. Eduardo Marcondes alerta que é necessário levar a carteirinha de vacinação dos animais e que fêmeas prenhas também devem receber a dose da vacina.

Zona Rural
Na zona rural de Dourados a campanha de vacinação começa na segunda-feira. A primeira região a receber a campanha será a aldeia Jaguapiru, que terá posto itinerante e um fixo no pátio da Missão Caiuás.

No dia 28 a vacinação continua na Jaguapiru, mas no NAM e na Casa do Tico. A segunda região rural a receber o CCZ será a aldeia Bororó.

Outras informações podem ser obtidas no CCZ por meio do telefone (67) 3411-7753.

Casos
Dourados não tem registrado nenhum caso de animais com raiva. Entretanto, no ano passado dois morcegos encontrados em Dourados tiveram resultados positivos no exame que diagnostica a doença.

Eduardo Marcondes disse que a vacinação é muito importante, uma vez que “a prevenção humana é feita pela vacinação de gatos e cães, por isso a importância dos donos levarem seus animais para vacinar”.

O veterinário esclarece que mesmo com a baixa incidência, a preocupação com a raiva é grande por causa da alta letalidade da doença. “A raiva não tem cura e neste mês o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso do ano de raiva humana transmitida por cão”, disse. O caso foi confirmado no Ceará.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso