Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
Brasil

Dourados monta 56 pontos para vacinação anti-rábica

24 Set 2010 - 16h16Por Assecom

Neste sábado, todas as pessoas que possuem cães e gatos com mais de quatro meses de idade devem levar os animais de estimação a um dos 56 postos de vacinação montados em Dourados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) para a imunização contra a raiva. O objetivo é vacinar 33 mil animais domésticos no município.

Em Dourados, os postos de vacinação funcionarão nas sedes das escolas da rede pública de ensino, em algumas unidades básicas de saúde e nos parques e praças do município. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Segundo o veterinário do CCZ, Eduardo Arteiro Marcondes, por determinação do Ministério da Saúde não será permito levar as vacinas para os donos aplicarem nos animais em suas próprias residências.

A vacinação acontece com o apoio do CCZ, da Secretaria Municipal de Saúde e dos acadêmicos de veterinária. Eduardo Marcondes alerta que é necessário levar a carteirinha de vacinação dos animais e que fêmeas prenhas também devem receber a dose da vacina.

Zona Rural
Na zona rural de Dourados a campanha de vacinação começa na segunda-feira. A primeira região a receber a campanha será a aldeia Jaguapiru, que terá posto itinerante e um fixo no pátio da Missão Caiuás.

No dia 28 a vacinação continua na Jaguapiru, mas no NAM e na Casa do Tico. A segunda região rural a receber o CCZ será a aldeia Bororó.

Outras informações podem ser obtidas no CCZ por meio do telefone (67) 3411-7753.

Casos
Dourados não tem registrado nenhum caso de animais com raiva. Entretanto, no ano passado dois morcegos encontrados em Dourados tiveram resultados positivos no exame que diagnostica a doença.

Eduardo Marcondes disse que a vacinação é muito importante, uma vez que “a prevenção humana é feita pela vacinação de gatos e cães, por isso a importância dos donos levarem seus animais para vacinar”.

O veterinário esclarece que mesmo com a baixa incidência, a preocupação com a raiva é grande por causa da alta letalidade da doença. “A raiva não tem cura e neste mês o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso do ano de raiva humana transmitida por cão”, disse. O caso foi confirmado no Ceará.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
TRAGÉDIA NO RIO
Barco vira com nove pessoas matando 3 crianças e 3 adultos
REVOLTA
Mulher tem parte do rosto destruído por ataque de pitbull sem coleira; assista
FLAGRA
Vigilante descobre traição e mata amante da esposa com 3 tiros
SOB INVESTIGAÇÃO
"Te achei!", gritou suspeito antes de matar jovem de 16 anos com 10 tiros