Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 28 de julho de 2021
Busca
Brasil

Dourados economiza para garantir contrapartida ao crescimento

17 Jun 2010 - 08h06Por Dourados News

Para garantir a contrapartida que a expansão econômica exige do poder público, a Prefeitura de Dourados está adotando uma série de medidas visando redução de 20% de seus gastos. Conforme o secretário municipal de Governo, Eleandro Passaia, o principal objetivo da contenção de despesas é assegurar os recursos que precisam ser investidos pela prefeitura, tanto em obras quanto em empreendimentos da iniciativa privada.

“Dourados vive um dos melhores momentos econômicos de sua história com a implantação de várias empresas tanto no setor comercial quanto industrial e com a construção de importantes obras públicas, como as três mil casas que o município está recebendo, o Anel Rodoviário, as obras do PAC, frentes de drenagem e asfalto nos bairros e recuperação das ruas. Este está sendo um ano muito importante para nosso município e todo esse crescimento depende diretamente de contrapartida da prefeitura. Por isso vamos economizar, para garantir os investimentos que o crescimento econômico necessita”, afirmou Passaia.

O secretário explica que além da contrapartida em recursos financeiros que o município precisa garantir para receber verba federal para casas, asfalto e drenagem, também existe a contrapartida em serviços à iniciativa privada. “Sempre que uma empresa se instala em Dourados, e neste ano o município tem recebido vários empreendimentos de médio e grande porte, a prefeitura tem que, além de doar o terreno, fazer o serviço de terraplanagem. Tudo tem um custo e para absorver esse impacto estamos economizando”, explicou.

Entre os investimentos em contrapartida que a prefeitura teve que fazer neste ano estão as desapropriações de áreas particulares para construção do Anel Rodoviário e mais recentemente da área para implantação do Ceprovest (Centro de Produção de Vestuário e Têxtil).

“Em 2010 o crescimento de Dourados está acima do esperado, mas no ano passado a situação financeira não foi tão boa assim em função de uma série de fatores. Só que o repasse de recursos para o município e a arrecadação deste ano são reflexos do desempenho no ano anterior, situação que exige da prefeitura uma série de medidas para reduzir gastos e absorver o impacto”, explicou Eleandro Passaia.

O prefeito Ari Artuzi disse que o município de Dourados vive um momento único em crescimento econômico e na implantação de obras importantes. “A prefeitura está fazendo de tudo para atrair mais empresas, gerar emprego e renda e para garantir obras que melhoram a vida da população”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos
COVID 19 NO BRASIL
Brasil registra 19,68 milhões de casos de covid-19 e 549,92 mil mortes
Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
TRAGÉDIA NO RIO
Barco vira com nove pessoas matando 3 crianças e 3 adultos