Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 21 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dourados economiza para garantir contrapartida ao crescimento

17 Jun 2010 - 08h06Por Dourados News

Para garantir a contrapartida que a expansão econômica exige do poder público, a Prefeitura de Dourados está adotando uma série de medidas visando redução de 20% de seus gastos. Conforme o secretário municipal de Governo, Eleandro Passaia, o principal objetivo da contenção de despesas é assegurar os recursos que precisam ser investidos pela prefeitura, tanto em obras quanto em empreendimentos da iniciativa privada.

“Dourados vive um dos melhores momentos econômicos de sua história com a implantação de várias empresas tanto no setor comercial quanto industrial e com a construção de importantes obras públicas, como as três mil casas que o município está recebendo, o Anel Rodoviário, as obras do PAC, frentes de drenagem e asfalto nos bairros e recuperação das ruas. Este está sendo um ano muito importante para nosso município e todo esse crescimento depende diretamente de contrapartida da prefeitura. Por isso vamos economizar, para garantir os investimentos que o crescimento econômico necessita”, afirmou Passaia.

O secretário explica que além da contrapartida em recursos financeiros que o município precisa garantir para receber verba federal para casas, asfalto e drenagem, também existe a contrapartida em serviços à iniciativa privada. “Sempre que uma empresa se instala em Dourados, e neste ano o município tem recebido vários empreendimentos de médio e grande porte, a prefeitura tem que, além de doar o terreno, fazer o serviço de terraplanagem. Tudo tem um custo e para absorver esse impacto estamos economizando”, explicou.

Entre os investimentos em contrapartida que a prefeitura teve que fazer neste ano estão as desapropriações de áreas particulares para construção do Anel Rodoviário e mais recentemente da área para implantação do Ceprovest (Centro de Produção de Vestuário e Têxtil).

“Em 2010 o crescimento de Dourados está acima do esperado, mas no ano passado a situação financeira não foi tão boa assim em função de uma série de fatores. Só que o repasse de recursos para o município e a arrecadação deste ano são reflexos do desempenho no ano anterior, situação que exige da prefeitura uma série de medidas para reduzir gastos e absorver o impacto”, explicou Eleandro Passaia.

O prefeito Ari Artuzi disse que o município de Dourados vive um momento único em crescimento econômico e na implantação de obras importantes. “A prefeitura está fazendo de tudo para atrair mais empresas, gerar emprego e renda e para garantir obras que melhoram a vida da população”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filha de 9 anos flagra pai estuprando menina de 5 na lateral da casa
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: 5,6 milhões de pessoas recebem nesta terça-feira
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
CORONAVIRUS NOS ANIMAIS
Gato é o primeiro animal no Brasil que testa positivo para o Coronavirus
ABSURDO
Enfermeiros, fisioterapeuta e médico são afastados após denúncia de estupro na UTI
BRASIL - 153.905 MORTES
Brasil registra 10,9 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga hoje auxílio emergencial de R$ 300 a 1,6 milhão do Bolsa Família