Menu
SADER_FULL
segunda, 6 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Douradão vira depósito de Aedes aegypti

22 Jan 2010 - 07h14Por O Progresso

O Estádio Frédis Saldivar, o Douradão, foi transformado num depósito de Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue. Enquanto a cidade vive uma epidemia da doença, o estádio abriga dezenas de pontos de procriação do mosquito, fator que tem chamado a atenção das autoridades sanitárias.
O diretor da Fundação Cultural e de Esportes de Dourados (Funced), Leandro Carlos Francisco, disse ontem que espera em no máximo dez dias concluir os reparos necessários para que o Douradão volte a funcionar dentro das normas estabelecidas de segurança. Segundo ele, tudo está dependendo do resultado de uma licitação, aberta recentemente.
Uma série de adequações é necessária e para piorar ainda mais, a bomba de sucção que impedia o alagamento dos túneis apresentou defeito. Com as últimas chuvas é praticamente impossível ter acesso ao campo pelos vestiários, pois os túneis inundaram, se tornando focos de procriação do mosquito da dengue. 
Para que o Estádio Douradão volte a funcionar são necessários diversos reparos que, segundo levantamentos recentes feitos pela Funced, ficariam em torno de R$ 220 mil. Tais reparos consistem em atender exigências da Lei através de vistorias do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Vigilância Sanitária. Acontece que nem mesmo a solicitação de tais vistorias foi encaminhada para os órgãos competentes. 
O 2º Grupamento de Bombeiros de Dourados informa que não existe solicitação neste sentido, assim como o Terceiro Batalhão da Polícia Militar, que também desconhece qualquer entrada deste tipo de ofício, conforme informou o comandante Tenente Coronel Marcos David. Já por parte da Vigilância Sanitária existe um laudo antigo feito há cerca de três anos que aponta a necessidade de reforma e adequação dos banheiros (para atletas) vestiários e banheiros para o público.
O Douradão, com capacidade para 31 mil torcedores e que no passado sediou até mesmo jogos da Copa do Brasil, é um dos excluídos pela Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) para sediar jogos do Campeonato Estadual e, até o momento, apenas quatro clubes podem mandar seus jogos em casa.
Para Leandro, se a Prefeitura fizer tudo dentro do prazo previsto, será possível o Douradão sediar o jogo entre Sete de Setembro e Mundo Novo, marcado para o dia 6 de fevereiro, às 19h. Por enquanto, a Federação liberou apenas os estádios Laertão em Costa Rica, Virotão de Naviraí, Chavinha de Itaporã e Noroeste de Aquidauana estão aptos à receber os jogos. Os demais ainda precisam providenciar documentações pendentes.
VISTORIA
O último laudo feito pelo Corpo de Bombeiros no Estádio Douradão, em 24 de janeiro de 2008, a pedido do Ministério Público, constatou as seguintes irregularidades:
-Falta de projeto de prevenção contra incêndio e pânico, colocação de mangueiras, esguichos, e chaves de mangueira nos hidrantes, falta de sinalização da rota de fuga, identificando as saídas de emergência com placas e luminárias com a inscrição “SAÍDA”, instalação de extintores nas áreas destinadas a imprensa, bares e cantinas e vestiários e casas de Força, manutenção da rede de iluminação de emergência existente, instalando para isto luminárias e efetuando reparos no sistema de baterias, manutenção na bomba de incêndio e nos dispositivos de automatização, instalação de corrimões nas escadarias que ligam as arquibancadas as saídas de emergência, adequação do guarda-corpo das arquibancadas e de fosso, instalação do sistema de alarme e incêndio, identificação do registro de recalque pintando a tampa na cor vermelha, apresentação de manutenção nas redes elétrica de edificação, reparo/manutenção do sistema hidráulico Preventivo de Incêndio, adequar às portas de saída/entrada (bilheterias) e requerer junto aos bombeiros o Certificado de Vistoria e Edificação.

Leia Também

SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança