Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 17 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Dono de posto é preso acusado de distribuir combustível

20 Set 2004 - 10h38

O dono do posto São Francisco foi preso pela Polícia Federal acusado de distribuir requisições de combustíveis para eleitores em Dourados.

A Polícia prendeu o dono do posto em flagrante. O delegado que efetou a prisão contou ao Douradosagora que chegou ao posto à paisana e se apresentou como eleitor e perguntou ao frentista se era naquele posto que abastecia de graça para votar em candidatos de determinada coligação. O frentista confirmou a informação e então o delegado deu voz de prisão ao dono e também a algumas pessoas que abasteciam no momento.

As pessoas foram levadas para a sede da PF, ouvidas e liberadas em seguida. O dono do posto passou a noite na Polícia Federal e ontem de manhã pagou fiança no valor de  R$ 12 mil para ser liberado.

"Nós só não prendemos todos que estavam no posto abastecendo de graça, porque senão teríamos de prender metade da cidade, haja vista a quantidade de gente envolvida no esquema", disse o delegado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições