Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Dólar fecha em queda com PIB acima das expectativas

31 Ago 2004 - 16h15

O mercado financeiro doméstico recebeu de forma positiva os dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, divulgados esta terça-feira. O dólar comercial fechou com queda de 0,57%, cotado na compra a R$ 2,926 e na venda a R$ 2,928 (mínima do dia). Às 16h31, o Ibovespa somava 22.813 pontos, com leve queda de 0,24%.

A economia brasileira cresceu 1,5% em relação a março e 5,7%, na comparação anual. O número ficou acima das expectativas do mercado. Analistas ouvidos previamente pela Reuters apontavam para uma expansão de 1,25% em relação ao primeiro trimestre e de 4,7% face ao mesmo período do ano passado.

No mês, a moeda estrangeira acumulou queda de 3,59% por cento - a maior desde junho do ano passado - em um mercado bastante otimista com o atual cenário econômico e político do Brasil.

O recuo do risco Brasil no mês, que voltou a rondar os 500 pontos-básicos acima dos títulos do Tesouro norte-americano pela primeira vez desde janeiro, foi também um dos principais fatores para a melhora do câmbio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada