Menu
SADER_FULL
terça, 25 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Dólar fecha em leve alta, cotado a R$ 1,75

7 Out 2009 - 16h39Por Invertia

O dólar fechou em alta nesta quarta-feira, refletindo ajustes de posição após o fim da maior oferta inicial de ações já realizada no Brasil. A moeda americana subiu 0,29%, para R$ 1,756. Na véspera, o dólar chegou a ser cotado abaixo de R$ 1,75 pela primeira vez desde o início de setembro.

"Depois de várias altas (do real frente ao dólar), o movimento de realização é normal", disse o operador de uma corretora nacional, que preferiu não ser identificado.

Segundo profissionais de mercado, a maior parte dos dólares para o IPO do Santander Brasil chegou na véspera, quando o volume do segmento interbancário ficou perto de US$ 7 bilhões. O volume total do IPO da subsidiária do Santander no Brasil foi de R$ 14,1 bilhões.

Nesta sessão, o volume do mercado de câmbio era pouco maior que US$ 2 bilhões na última hora de negócio, de acordo com informações da clearing da BM&F.

Apesar dos ajustes desta sessão, a expectativa do mercado é pela continuidade das operações e do fluxo positivo para o país, que em apenas dois dias em outubro já superava todo o valor de setembro - US$ 1,424 bilhão na parcial deste mês, segundo o Banco Central.

O próprio presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, disse que o mercado continuará aquecido nos próximos meses, com mais dois IPOs até o fim do ano.

A alta do dólar nesta sessão acompanhou também o mercado internacional, com valorização de 0,17% da moeda americana em relação a uma cesta com as principais divisas. As commodities tinham queda de 0,42%, segundo o índice Reuters-Jefferies, com destaque para a baixa de quase 2% do petróleo.

O movimento internacional também era fruto de ajustes após a queda do dólar em todo o mundo na véspera. O apetite pelo risco, favorecido pelo aumento inesperado do juro na Austrália, diminuía e prejudicava também as bolsas, que exibiam baixa.

Leia Também

ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio
ACASALAMENTO DE COBRAS
Casal sucuri acasalando em rio assusta e impressiona turistas; veja vídeo
MEIO AMBIENTE
O número médio anual de relâmpagos do país aumentará para 100 milhões
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19
Fábrica de placas solares  ENERGIA SOLAR
Brasil atinge 1 milhão de consumidores com geração própria de energia solar
BRASIL 622.205 MORTES
Com recorde de 204.854 novos casos, Brasil registra 350 óbitos em 24 horas
ALARMANTE
Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab ainda tem 916 vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs em SC e RS
BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas