Menu
SADER_FULL
segunda, 14 de junho de 2021
Busca
Brasil

Dólar fecha em baixa e alcança nova mínima em mais de um ano

6 Out 2009 - 17h27Por G1

Uma nova rodada de ingressos de recursos no mercado doméstico amparou a terceira queda seguida do dólar frente ao real nesta terça-feira (6). O movimento foi ajudado também pelo recuo da moeda norte-americana no exterior.

No fechamento, o dólar cedeu 0,51% e fechou o dia valendo R$ 1,7520, alcançando nova mínima em 13 meses. No ano, a moeda perdeu 24,9%.

"O fluxo pela manhã estava bem mais positivo, o cenário como um todo estava melhor. O euro subiu forte mais cedo, reduzindo a alta perto do fim dos negócios. O real acompanhou esse movimento e perdeu um pouco de fôlego também", avaliou o gerente de câmbio do banco Prosper, Jorge Knauer, no Rio de Janeiro.

O fluxo positivo, segundo operadores, reverberou expectativas de investidores sobre uma série de operações no mercado de capitais que devem trazer mais dólares ao país. Só a oferta do Santander pode movimentar até R$ 15,6 bilhões, configurando-se como a maior operação do tipo neste ano.

Mercado externo
O recuo do dólar no cenário externo também apareceu como um componente favorával à baixa no mercado doméstico, com o maior apetite por risco por parte de investidores diante da notícia de que o banco central australiano elevou a taxa de juro local, fato visto como um sinal de que o pior da crise global já passou.

A expectativa de que os Estados Unidos manterão os juros baixos por mais tempo, devido à recuperação fraca da economia norte-americana, deixa os investidores com pouco entusiasmo para manter ativos denominados em dólares.

"Vai haver uma divergência entre o panorama dos juros nos Estados Unidos e em outras economias", disse Sophia Drossos, diretora de estratégia global em câmbio do Morgan Stanley, em Nova York. "Essa é a principal razão pela qual o dólar vai continuar na defensiva".

Com relação às perspectivas para o curto prazo, a equipe de analistas da corretora SulAmérica sugere que pode haver uma correção nas cotações, embora acredite "que os fundamentos econômicos ainda estão favoráveis à apreciação do real". 

Além disso, o dólar também foi pressionado por uma reportagem no jornal britânico The Independent, que afirma que países do Golfo estão em negociações secretas com Rússia, China, Japão e França para substituir o dólar por uma cesta de moedas na negociação de petróleo. A reportagem foi contestada por países com grande produção da matéria-prima. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta