Menu
SADER_FULL
domingo, 5 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Dólar fecha a R$ 1,72; Bovespa ascende 2,47%

1 Dez 2009 - 16h49Por Folha Online

A inquietude do mercado com o episódio Dubai teve um forte desconto na jornada de hoje, empurrando o dólar para baixo tanto no mercado doméstico quanto internacional. Boas notícias da economia europeia e asiática também ajudaram na queda das taxas de câmbio, ao mesmo tempo que puxavam as principais Bolsas de Valores. A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) opera em nível recorde para este ano.

Assim, o dólar comercial foi vendido por R$ 1,724, em queda de 1,76%, nas últimas operações desta terça-feira. Os preços da moeda americana oscilaram entre R$ 1,748 e R$ 1,723. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado por R$ 1,830, em um recuo de 1,61%.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) opera em alta de 2,47%, aos 68.699 pontos. O giro financeiro é de R$ 6,33 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York sobe 1,47%.

"O mercado andou um pouco estressado por esses dias, por conta do caso de Dubai, tanto que ontem, alguns se aproveitaram disso para influenciar a Ptax [taxa média de câmbio]. Mas hoje as Bolsas europeias fecharam lá em cima, teve a produção industrial da China, o Japão mostrou dinheiro para segurar o iene. Quer dizer, teve um conjunto de fatores que ajudou o mercado a voltar um pouco ao normal", comenta Ideaki Iha, da mesa de operações da corretora Fair.

"A tendência para a moeda é de baixa. A questão é que o mercado vem respeitando alguns patamares, como aquele preço de R$ 1,70, por causa da expectativa de que o governo pode soltar mais medidas [que afetam o câmbio], principalmente depois daquela taxação pelo IOF. Quer dizer, nesse mês, a taxa deve oscilar entre R$ 1,72 e R$ 1,75", acrescenta.

Entre as principais notícias do dia, o banco central japonês anunciou uma linha de 10 trilhões de ienes (US$ 115 bilhões) para evitar uma nova recessão. O destaque, no entanto, fica por conta da China: a empresa de pesquisa Markit, baseada em dados do banco HSBC, registrou uma expansão histórica do setor manufatureiro local. Na Europa, a taxa de desemprego na zona do euro ficou estável entre outubro e setembro (9,8%).

O Banco Central brasileiro promoveu seu habitual leilão de compra de moeda às 14h50 (hora de Brasília) e aceitou ofertas por R$ 1,7258 (taxa de corte).

No front doméstico, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) apontou inflação de 0,26% em novembro, pela leitura do IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor - Semanal). Em outubro, a variação foi de 0,01%.

O Ministério do Desenvolvimento registrou um superavit comercial de US$ 615 milhões no mês de novembro, resultado de exportações de US$ 12,653 bilhões e importações de US$ 12,038 bilhões neste período. Trata-se do segundo pior resultado deste ano da balança, que em janeiro foi deficitária em US$ 529 milhões.

Juros futuros

O mercado de juros futuros, que sinaliza o custo do dinheiro para os bancos, rebaixou as taxas projetadas nos contratos de mais longo prazo.

No contrato que aponta os juros para outubro de 2010, a taxa prevista cedeu de 9,78% ao ano para 9,77%; e no contrato de janeiro de 2011, a taxa projetada recuou de 10,31% para 10,27%. Esses números são preliminares e podem sofrer ajustes.

Leia Também

covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos