Menu
SADER_FULL
terça, 13 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Dólar abre em alta cotado a R$ 2,829

5 Out 2004 - 09h13
 

O dólar à vista abriu em alta de 0,10% nesta terça-feira, sendo negociado por R$ 2,826 na compra e R$ 2,829 na venda. No mercado de títulos da dívida, os papéis operam em baixa, em uma correção depois das altas da véspera. O C-Bond recua 0,25% e é negociado por 99,75% do seu valor de face.

A nova alta dos preços do petróleo no mercado internacional leva a commodity a atingir novos recordes. Com isso, os mercados podem voltar a mostrar maior volatilidade. Por aqui, depois de um dia de grande otimismo, uma leve realização de lucros natural pode ser deflagrada, principalmente se as bolsas americanas tiverem comportamento negativo.

Mas o cenário interno segue positivo, com destaque para os índices de inflação. O IPC-S da última semana indicou inflação zero, com destaque para a queda dos preços dos alimentos. O IPC-Fipe já havia indicado desaceleração de 0,56% para 0,26%, o que sugere o afastamento do risco de um choque de juros.


Globo On line

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo