Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 12 de abril de 2021
Busca
Brasil

Doação de sangue supera expectativas

25 Out 2004 - 13h32
 

Mais de 300 pessoas realizaram triagem para coleta de sangue, no sábado no Posto de Saúde Olívio Ferreira de Lima. A campanha de Captação de Sangue foi realizada pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia de Mato Grosso do Sul – Hemosul, em parceria com Secretaria Municipal de Saúde e Rotary Clube de Maracaju. A informação é do Secretário de Saúde de Maracaju Masaaki Yano.

De acordo com a Assistente Social do Hemosul e coordenadora da campanha no município Maria Iolanda, passaram pela triagem mais de 300 pessoas, mas foram coletadas 227 bolsas de 300 a 500 ml, “ a meta era atingir de 180 a 200 bolsas, como sempre Maracaju superou as expectativas, o encerramento estava previsto para ás 16h e coletamos até às 20h”.

Maria Iolanda disse ainda que o município sempre colaborou com o Centro de Hemotologia, “há mais de 05 anos realizamos a campanha em Maracaju, com colaboração maciça da população”. A última campanha realizada em Maracaju foi no mês de julho de 2003 e foram coletadas 160 bolsas.

 

 

Assomasul

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV