Menu
SADER_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Disque-denúncia Previdência já está disponível à populaçã

28 Jul 2004 - 15h15
 

O ministro da Previdência Social, Amir Lando, divulgou na semana passada o número do disque-denúncia da Previdência. A partir de agora, os cidadãos que tiverem suspeitas ou provas de fraudes praticadas contra a Previdência poderão ligar gratuitamente de um telefone fixo para o número 0800 7070 477.

"Nosso objetivo é dar absoluta transparência e chamar toda a sociedade para nos ajudar a fiscalizar", declarou o ministro. As denúncias vão ser encaminhadas à Ouvidoria da Previdência Social e à Corregedoria Geral do
INSS, que vai analisar e tomar as providências necessárias para acabar com a fraude, explicou Amir Lando.

Segundo ele, as denúncias menos consistentes serão arquivadas para investigação posterior, a partir das novas informações que forem sendo acrescentadas. "A Previdência deve ser enérgica para combater as fraudes e a
corrupção. Somos vigilantes e estaremos atentos", assegurou o ministro.

De acordo com Lando, o trabalho das Forças-Tarefas evitou, no primeiro trimestre deste ano, o pagamento de benefícios indevidos de R$ 4,25 milhões.

As fraudes envolviam R$ 43 milhões. Somente neste ano, foram abertos 992 inquéritos e emitidos 59 mandados de busca e apreensão, além de efetuar 10 prisões em flagrante e 27 prisões preventivas.

A criação de um número específico para o serviço de disque-denúncia vai permitir maior viabilidade e, conseqüentemente, mais participação da sociedade. Até então, as denúncias eram recebidas pelo PREVFone. "Agora, teremos maior eficiência e ofereceremos maior facilidade para que o cidadão possa fazer sua denúncia", declarou Amir Lando.

As fraudes mais comuns são o recebimento de benefícios de beneficiários falecidos, apresentação de documentação falsa aos servidores do INSS, além da atuação de quadrilhas por todo o país. Futuramente, disse o ministro, a identificação do segurado perante a Previdência será feita pelo CPF e, para isso, o Ministério fará parceria com a Secretaria de Receita Federal do Ministério do Fazenda.

O ministro Amir Lando fez ainda um apelo à sociedade. "Queremos que a população nos ajude. Não queremos trotes nem que o serviço seja usado como diversão. Queremos seriedade e, à medida do possível, riqueza nos detalhes das denúncias", pediu o ministro.


Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários