Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Dirigente do Corinthians descarta novas contratações

15 Set 2004 - 13h06

O gerente de futebol do Corinthians, Paulo Angioni, está descrente com a possibilidade do clube conseguir fazer mais alguma contratação até sexta-feira, prazo final para a inscrição de jogadores no Campeonato Brasileiro.

"Estou céptico, não vejo grandes possibilidades de encontrar reforços a essa altura do Campeonato. Lamentavelmente não virá ninguém", disse Angioni, em entrevista à TV Bandeirantes.

Esta semana cogitou-se a vinda dos meias Iranildo, do Brasiliense, Gil baiano, do Náutico, (ambos da Série B), e principalmente o reforço do argentino Romagnoli, do San Lourenzo (Argentina).

O dirigente corintiano, no entanto, descartou os dois primeiros e contou que desconhece qualquer negociação com o meia argentino.

"Iranildo, Gil Baiano e outros que foram oferecidos, nós não temos convicção de que possam acrescentar algo ao Corinthians. Quanto aos nomes de peso, como Romagnoli, se tiver possibilidade de acontecer acho ótimo para o time, mas eu não estou tratando de nada", concluiu Angioni.

 

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias