Menu
SADER_FULL
segunda, 8 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Diretor do Inca defende lei federal que proíba fumo em ambientes fechados

1 Jun 2011 - 10h34Por Agência Brasil

O diretor-geral do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Luiz Antônio Santini, defendeu ontem (31) uma mudança na legislação brasileira para que o fumo seja banido de todos os ambientes fechados.

De acordo com Santini, a expectativa é que uma lei federal sobre o tema seja aprovada ainda este ano.

Para ele, o maior prejuízo provocado pelo tabaco é o alto índice de mortalidade – oito em cada dez homens que morrem por doenças respiratórias crônicas são fumantes. Entre as mulheres, a proporção é de seis em cada dez.

Além disso, segundo Santini, 90% dos casos de câncer de pulmão registrados no país estão associados ao fumo.

“O cigarro também é incapacitante. A pessoa fica impossibilitada de se locomover, com insuficiência respiratória, que é um sofrimento enorme”, acrescentou.

Pessoas mais jovens e populações de menor renda, sobretudo as que vivem em áreas rurais, são os grupos que mais preocupam o governo em relação ao controle do tabagismo no país.

Atualmente, as indústrias investem muito na fabricação de cigarros com sabor para atrair o público jovem.

Além disso, segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, faltam estratégias específicas para as populações rurais já que muitos deles não frequentam bares e restaurantes e trabalham ao ar livre – o que torna pouco eficiente a proibição de fumo em locais fechados.

O ministro da Saúde destacou que é favorável à aprovação de um projeto de lei que proíba o cigarro em ambientes fechados e em locais de trabalho, mas que também é necessário investir no aumento dos impostos cobrados sobre o tabaco e também no combate à pirataria.

“Não adianta mexer no preço sem medidas fortes de combate à pirataria do cigarro. Em alguns casos, eles são 40% ou 60% do mercado”, explicou.

No Dia Mundial sem Tabaco, o ministro anunciou uma ampliação de 68% nos recursos destinados a programas do Sistema Único de Saúde (SUS) voltados para o atendimento a fumantes que desejam largar o cigarro por meio.

O Inca, por sua vez, lançou o Observatório da Política Nacional de Controle do Tabaco – uma página na internet com informações atualizadas sobre o assunto. O endereço é www.inca.gov.br/observatoriotabaco.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA E COMOÇÃO
Vitimas da Covid-19, pai e filho são sepultados no dia
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: valores serão de R$ 175, R$ 250 e R$ 375, diz Guedes
SOS MATO GROSSO
Mato Grosso anuncia colapso e pede socorro, mas estados dizem que não têm vaga para ajudar
ELEGIVEL
Fachin anula condenações de Lula e petista volta a ser elegível
100 CONTROLE
Petrobras aumenta preços e gasolina pode atingir R$ 6 em Campo Grande
100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos