Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 1 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Direito do Consumidor: Azambuja quer divulgação de descontos

30 Ago 2007 - 16h45
“O desconto existe é um direito do consumidor e isso deve ser amplamente divulgado!” destaca o deputado.
 
Em meio à polêmica causada durante a votação do projeto da Defensoria Pública que cria uma sobretaxa de 5% em custas e emolumentos, o deputado Reinaldo Azambuja, líder do PSDB, apresentou um projeto que busca informar o consumidor de seu direito de, ao saldar antecipadamente um débito, obter redução de juros e outros encargos. “O desconto existe é um direito do consumidor e isso deve ser amplamente divulgado!” destaca o deputado.
 
Contrario a qualquer projeto que venha a onerar ainda mais o contribuinte, Azambuja acredita ainda que é preciso que todos conheçam melhor os seus direitos “Grande parte dos clientes destes estabelecimentos não conhecem seus direitos na obtenção dos descontos proporcionais de juros vincendos, bem como de outros detalhes do contrato de mútuo firmado com agentes financeiros ou empresas que operam com crédito direto ao consumidor e muitas das vezes acabam por não obter o desconto que é um direito inalienável do consumidor.” Completa o deputado.
 
O projeto obriga os estabelecimentos que operem com financiamento, crediário ao consumidor, empréstimos ou outras operações financeiras do gênero a afixarem, em seu interior, placas ou cartazes informando sobre a Lei Federal nº. 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor) que garante, a quem efetuar a liquidação antecipada do débito total ou parcial, a redução proporcional de juros e demais acréscimos.
 
Segundo o projeto as placas ou cartazes terão dimensões suficientes para que as informações possam ser lidas a boa distância, e serão afixadas em locais de ampla e perfeita visualização por parte dos clientes em geral.
A fiscalização do cumprimento da Lei ficará a cargo do órgão estadual de defesa do consumidor, e os órgãos municipais congêneres que atuarão de ofício ou mediante denúncia e as penalidades a serem aplicadas seguem as previstas no Código de Defesa do Consumidor.
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus