Menu
SADER_FULL
terça, 21 de setembro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Dirceu volta a criticar governo FHC

6 Set 2004 - 08h22
Mesmo depois de ser acusado pelo ex-presidente da República e presidente de honra do PSDB, Fernando Henrique Cardoso, de fazer "má política", ao criticar a gestão tucana de forma insistente e de maneira "explosiva", o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, não recuou. Em comício realizado ontem à noite, em Icapuí(CE), ele acusou os tucanos de terem deixado dívida para o governo Lula.

"O governo do presidente Lula tem que fazer superávit e isso significa retirar 40 bilhões do orçamento para pagar juros da dívida que os tucanos deixaram", disse o ministro. E disparou em seguida: "Eles (tucanos) dobraram os juros do Brasil, aumentaram os impostos em 10%, o que significa tirar R$ 150 bilhões do povo todo ano; venderam 100 bilhões do nosso patrimônio e pagaram juros com esse dinheiro porque fizeram uma política de juros altos".

Indiretamente, Dirceu acusou o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) de deixar o Banco do Nordest(BNB) "em frangalhos". Tasso, em entrevistas na semana passada, chamou Dirceu de "desequilibrado" e disse que não o levaria mais a sério.

No Ceará, Dirceu não falou com a imprensa e nem quis comentar com os jornalistas as críticas feitas por FHC e nem por Tasso. Também recusou-se a confirmar se o presidente Lula o afastou das negociações sobre o projeto das Parcerias Público-Privadas(PPPs).

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões