Menu
SADER_FULL
sábado, 11 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dirceu diz que posição no IDH reflete governo FHC

15 Jul 2004 - 16h00
 
O ministro da Casa Civil, José Dirceu, comentou hoje que a 72ª colocação do Brasil na lista do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) se deve ao governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "Isso reflete os oito anos do governo Fernando Henrique, mas o país não deve olhar para trás, deve olhar para o futuro", disse o ministro hoje durante a 1ª Conferência Nacional de Política Públicas para Mulheres, em Brasília.
 
De acordo com Dirceu, nos últimos 18 meses do governo Lula, houve investimento na área social. "Se olharmos a execução do orçamento do país, nos últimos 18 meses, vamos ver investimentos em saneamento, educação, combate à fome. Vamos verificar o aumento (dos investimentos) de maneira expressiva. Acredito que há condições de o IDH melhorar muito", afirmou.

MEC rebate acusações
O secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, Ricardo Henriques, rebateu hoje as acusações de motivação política por parte do governo Lula ao informar dados sobre analfabetismo para o relatório de desenvolvimento humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O ex-ministro da educação do governo Fernando Henrique Cardoso, Paulo Renato Souza, acusou o Governo Federal de manipular os dados da educação para "esconder os avanços sociais registrados durante o governo passado".

Ricardo Henriques classificou a acusação de infundada, injustificada e injusta. Segundo o secretário, o Brasil teria caído três posições (da 65ª para a 68ª) no ranking de desenvolvimento humano mesmo que o governo tivesse informado a taxa de analfabetismo relativa ao ano de 2002.

Como o Brasil informou a taxa de 2000, o país caiu sete posições (da 65ª para a 72ª). O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi o órgão do governo que repassou a informação ao PNUD. A taxa de analfabetismo foi informada à Unesco, responsável pela centralização dos dados de educação para o relatório.

O relatório de desenvolvimento humano é divulgado anualmente e usa dados de dois anos atrás. O relatório de 2004, portanto, é feito com base em estatísticas de 2002, da mesma forma que o relatório do ano passado utilizou estatísticas de 2001.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

MAIS UM
Vírus com potencial pandêmico é detectado pela Fiocruz no Paraná
VÍTIMAS DE COVID-19
Mãe de médico morre horas após o filho e dois dias após o pai, vítimas da covid
VÍTIMA DE COVID-19
Covid tira de cena um dos últimos montadores do carro brasileiro
CD TRIBUTO AO PADRE ZEZINHO
No ano em Padre Zezinho faz 79 anos, Manoel Caires lança seu primeiro CD 'Tributo ao Padre Zezinho'
PAGAMENTO DO AUXILIO
Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial
AUXILIO EMERGENCIAL
Governo vai liberar mais 1,5 milhão de auxílios. Saiba como reclamar se o seu for negado
NÚMEROS DA ÚLTIMAS 24H
Os números da covid-19 no Brasil, atualizados diariamente
RECUPERAÇÃO
Dinho Ouro Preto revela sequelas após covid-19, ele já teve gripe suína e dengue
SOS SAUDE
Em 24 horas, nove pessoas morrem em casa pela covid-19 sem atendimento médico
BORA PRA BONITO - MS???
Bonito (MS) irá operar com tarifa de baixa temporada até 18 de dezembro e descontos de até 60%