Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Diminui preço de produtos agrícolas e controle da inflação pode ser mais fácil

2 Abr 2011 - 08h08Por Agência Brasil

A regularização climática observada nas últimas semanas fez com que a variação dos preços de produtos agrícolas caísse em fevereiro, em relação a janeiro, e a expectativa é ainda melhor em relação à redução das pressões inflacionárias dos alimentos no mês de março, de acordo com o economista Paulo Picchetti, da Fundação Getulio Vagas (FGV).

Mas o resultado efetivo do clima mais favorável na oferta de alimentos agrícolas, para o abastecimento do mercado interno, só será conhecido na próxima quarta-feira (6) quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) relativo a março.

Até lá, os analistas do mercado financeiro, consultados pelo boletim Focus do Banco Central, trabalham com expectativa de uma inflação em torno de 0,62%, abaixo, portanto, do 0,83% de janeiro e do 0,80% de fevereiro. Caso a estimativa se confirme, o IPCA de 6,01%, acumulado nos 12 meses terminados em fevereiro, será elevado para 6,11% até março.

Esse resultado é menor que os 6,2% projetados no Relatório de Inflação, referente ao primeiro trimestre de 2011, divulgado pelo BC na última quarta-feira (30). O Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV, no entanto, diverge do BC quanto ao IPCA projetado para o fim deste ano. O BC aponta para uma inflação de 5,6%, e o Ibre diz que será de 5,5%.

Divergências metodológicas à parte, o certo é que o cálculo da inflação em 12 meses abandona o último índice mensal anterior ao período em análise. O IPCA acumulado em um ano, no final de março, será o índice de 6,01% registrado fevereiro, menos a inflação de 0,52% de março do ano passado, mais a inflação de março último, estimada em 0,62%, o que vai resultar em inflação anual de 6,11%.

Cálculo semelhante já pode ser feito também em relação a abril, pois o Focus projeta IPCA de 0,53%. Um pouco menor que os 0,57% de abril de 2010. Com isso, a inflação de 12 meses, em abril, ficará em torno de 6,09% e deve permanecer nesse patamar também em maio, quando será descartada a inflação de 0,43% de maio do ano passado.

A preocupação do BC com relação à alta da inflação diz respeito ao comportamento dos preços nos meses de junho, julho e agosto, uma vez que, no ano passado, a inflação de junho foi zero, a de julho foi 0,01% e a de agosto foi 0,04%.

Na hora de fazer o cálculo, que leva em conta a acumulação anual do IPCA, nesses meses, não haverá o que descartar, mas apenas somar. Aí, sim, a inflação poderá ultrapassar o teto da meta, que é 6,5%, como admitiu o diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos