Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Dilma admite palanques do PT e PMDB em Mato Grosso do Sul

24 Nov 2009 - 16h33Por Conjuntura

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, repetiu ontem a constatação já feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a dificuldade de repetir nos Estados a aliança nacional do PT com o PMDB e admitiu que não é democrático impor pactos "lá de cima".

As afirmações de Lula e Dilma vêm no momento em que o PT define os novos dirigentes partidários nacionais e estaduais, o que torna as divergências regionais mais visíveis. A apuração ontem à noite indicava vitória em primeiro turno do ex-presidente da Petrobras e da BR Distribuidora José Eduardo Dutra para presidir o partido.

"Não é possível querer defender uma coisa que está na cabeça da gente e querer que a realidade se enquadre. É o inverso", disse a ministra -provável candidata do PT à Presidência-, em Florianópolis. No domingo, Lula declarou não ter mais "ilusão" de que a aliança será possível em alguns Estados e admitiu a existência de "dois ou mais" palanques para Dilma onde houver divergências.

Apesar da pressão da cúpula petista e de Lula para que o PT faça concessões ao PMDB e preserve a candidatura de Dilma, a tese do projeto nacional não vingou no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Piauí. No geral, no entanto, a estratégia de Lula conseguiu sair vitoriosa.

Em Mato Grosso do Sul, a tese da candidatura própria ganhou força com a eleição de apoiadores do projeto de candidatura do ex-governador Zeca do PT. Em Rondônia e no Piauí, também venceram os defensores de candidaturas próprias.

"Não é possível impor um modelo único [...] A diversidade do país é muito grande, e as características regionais, diferentes. Vem alguém lá de cima a ditar regra? Aí não dá, não é democrático", disse a ministra.

Dilma ponderou que somente em fevereiro o PT oficializará as decisões sobre a sucessão. "Não cabe a mim dizer como vai ser resolvido o conflito local entre partidos [...] Se for inviável o acordo [PT e PMDB], que se façam dois palanques, nos termos que o presidente estava falando ontem [anteontem]."

Resultado da eleição

No plano nacional, líderes do partido divulgaram às 22h de ontem extraoficialmente quadro que apontava a vitória de Dutra no primeiro turno, com 56% dos votos válidos, com cerca de 80% do total apurado.

No Estado de São Paulo, Edinho Silva foi reeleito com quase 90%. Na cidade de São Paulo, foi eleito com cerca de 65% o vereador Antonio Donato.

Autodeclarado candidato do PT ao governo do Rio, o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, festejou o resultado da eleição do diretório estadual.

A apuração não foi fechada, mas a tendência é que o deputado federal Luiz Sérgio, favorável à reeleição do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), dispute o segundo turno com Lourival Casula, que defende a candidatura própria do PT.

Em Minas, a apuração até ontem indicava vantagem de 12 pontos percentuais para o grupo do ex-prefeito Fernando Pimentel, contra o candidato apoiado pelo ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Social). Patrus e Pimentel são pré-candidatos ao governo, mas Lula quer aliança com o ministro Hélio Costa (Comunicações). Pimentel resiste à aliança.

Leia Também

OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9