Menu
SADER_FULL
sexta, 3 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Dia D da Ortodontia vai orientar sobre problemas de articulação bucal

12 Nov 2009 - 09h14Por Fátima News, com Assessoria

Mordida cruzada e outros tipos de maloclusões atingem 73% de crianças

 

de 6 a 10 anos de Mato Grosso do Sul

 

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a Maloclusão é o terceiro maior problema de saúde bucal. Popularmente conhecida como mordida cruzada, a maloclusão pode ser causada por diversos fatores, entre eles pela perda prematura dos dentes de leite, respiração bucal, como conseqüência de adenóides ou desvios do septo nasal, uso excessivo de chupeta, hábito de sucção do polegar e hereditariedade.

 

 

O presidente da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial em Mato Grosso do Sul – Abor/MS, Dr. Omar Ayub, explica que a maloclusão é qualquer desvio do encaixe correto entre os dentes (mandíbula superior e inferior), que pode se instalar no ser humano a partir do surgimento dos dentes de leite.

 

 

A maloclusão pode ter um componente limitante tanto na estética quanto na saúde física. Os danos podem ser severos, predispondo o indivíduo a problemas na articulação têmporo-mandibular – conhecida por ATM, desvios de postura, problemas periodontais, dores de cabeça e até problemas auditivos.

 

 

Mato Grosso do Sul

 

 

Um levantamento da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial em Mato Grosso do Sul – Abor/MS dos atendimentos realizados na última Ação Global, em maio, revelou que 73% das crianças de 6 a 10 anos apresentaram algum problema de maloclusão. No Brasil, o índice geral foi de 60%.

 

 

“Das 230 crianças atendidas, 168 tinham algum problema na mordida. Por isso, precisamos orientar não só as crianças, mas também os pais e todas as pessoas para buscarem um profissional habilitado que possa fazer o diagnóstico e tratamento. Assim, livrar essa pessoa de dores e oferecer a ela um sorriso mais agradável”, comenta Omar Ayub.

 

 

Campanha

 

 

O Dia D da ortodontia, promovido pela Abor, será realizado em 21 Estados brasileiros e no Distrito Federal. Este ano a Abor produziu um gibi educativo para atingir o público-alvo da campanha; as crianças. Com uma linguagem específica, o conteúdo informa os pequenos da importância de cuidar da saúde bucal e ver o dentista como um amigo. A expectativa é atender 600 pessoas em todo o país.

 

 

Segundo o presidente da ABOR Nacional, Ronaldo da Veiga Jardim, os dados levantados mostram a importância do trabalho de prevenção e orientação. “A orientação no momento adequado, faixa de 6 a 10 anos, é um serviço de baixo custo que pode evitar ou minimizar problemas ortodônticos da população brasileira. Os problemas podem se agravar, caso providências não sejam tomadas a tempo”.

 

 

Leia Também

ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio