Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Desembargadora derruba liminar e mantém terenas na Fazenda 3 R

20 Mai 2011 - 14h07Por Região News

A desembargadora Cecília de Mello, do Tribunal Regional  Federal da 3ª Região, derrubou a liminar que havia sido concedida na primeira instância da Justiça Federal, em Campo Grande, na sexta-feira. A decisão  desobriga os 1.500  terenas acampados na Fazenda 3 R de deixarem hoje às  13 horas a propriedade de 1.200 hectares. A decisão da desembargadora federal foi em recurso proposto pela FUNAI (Fundação Nacional do Índio) contra a concessão da reintegração de posse. 

A família Bacha, proprietária da fazenda, alega no pedido de liminar que havia sido concedida, que está na região desde a década de 60, antes da Constituição de 88 que determinou a demarcação de terras indígenas comprovadas, e que existe ainda dúvida se, de fato, a área em questão é mesmo de ocupação histórica da etnia Terena. 

Os donos da fazenda afirmam, ainda, que os índios estão praticando atos de hostilidade. Eles teriam destruído a cerca da propriedade, por exemplo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS