Menu
SADER_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Deputados federais discutem salário de R$ 16,2 mil

10 Abr 2007 - 10h45

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, discutirá com os líderes dos partidos o aumento do salário dos parlamentares em reunião nesta terça-feira (10). Uma das propostas, que pode ter um consenso, é a de se elevar o vencimento, hoje de R$ 12.800,00, para R$ 16.200,00, o que corresponderia à reposição da inflação dos últimos quatro anos.

Chinaglia repetiu, no entanto, que o reajuste será levado a plenário somente depois que for concluída a votação das sete medidas provisórias e um projeto com urgência constitucional que trancam a pauta de votações. Chinaglia disse ainda que não discutirá com os líderes dos partidos o aumento da verba de gabinete dos deputados na reunião. "Isso não está em discussão. O que está em discussão é o reajuste dos parlamentares em consonância com os líderes dos partidos", afirmou.

Chinaglia vem sendo pressionado por integrantes da mesa diretora a debater o aumento dessa verba de gabinete, hoje em R$ 50,8 mil. A verba é usada para, entre outras coisas, pagar despesas com escritório político, consultorias, jantares, almoços, e hospedagens em viagens. O terceiro-secretário da Câmara, Ciro Nogueira (PP-PI), chegou a apresentar uma proposta para elevar essa verba para R$ 65 mil, o que, segundo ele, corrigiria a inflação dos últimos quatro anos. A mesa diretora, porém, tem adiado a discussão sobre o assunto.

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários