Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de janeiro de 2021
Busca
SALÁRIO MÍNIMO

Deputados de Dourados votaram contra mínimo de R$ 600

17 Fev 2011 - 13h50Por Dourados News

A Câmara dos Deputados votou ontem, em uma sessão extraordinária, o valor do reajuste do salário mínimo do brasileiro, que ficou acertado em R$ 545. Os dois deputados federais de Dourados, Geraldo Resende e Marçal Filho, ambos do PSDB, votaram contra o mínimo de R$ 600.

A proposta de R$600 foi rejeitada por 376 votos. Com opinião favorável foram, apenas, 106. O deputado federal Marçal Filho explicou que dois fatores o motivaram a votar contra o maior mínimo, “o PMDB fechou questão favorável ao governo e pela primeira vez há a proposta de uma política permanente a médio e longo prazo, no ano que vem ele pode chegar a R$ 616 e R$ 620”, apontou.

O assessor do deputado Geraldo Resende, Rodrigo Pael, explicou ao Dourados News, que o voto do deputado foi motivado “pela preocupação com o deft da presidência e pelo apelo das prefeituras para que os deputados fossem responsáveis e votassem no mínimo de R$ 545, o mais próximo da realidade”, disse.

O assessor de Resende explicou, ainda, que elementos técnicos de outras reuniões também embasaram o deputado, entretanto, devido a um compromisso de Resende, não foi possível falar diretamente com ele para descobrir quais seriam esses elementos.

Deputados de MS

Dois oito deputados federais que representam Mato Grosso do Sul, um votou a favor do mínimo de R$ 600, sete votaram contra e um, Luis Henrique Mandetta (DEM), não estava presente.

 


O único favorável ao maior salário mínimo foi Reinaldo Azambuja (PSDB). Além, dos deputados douradenses também foram contrários ao mínimo de R$ 600, Antônio Carlos Biffi (PT), Vander Loubet (PT), Edson Giroto (PR), Fábio Trad (PMDB).

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro