Menu
SADER_FULL
sábado, 6 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Depoimento de agente da PF que matou policial militar durou 5 horas

16 Mai 2011 - 17h33Por Campo Grande News

Durou cerca de 5 horas o depoimento à Polícia Civil do policial federal Leonardo de Lima Pacheco, 38 anos, como parte do inquérito em que ele foi indiciado pelo homicídio do policial militar Sandro Morel, 36 anos, e a tentativa de homicídio de outro policial militar, José Pereira.

Foi a primeira vez que Leonardo deu sua versão sobre o tiroteio em que também foi baleado, após marcar na internet um encontro com a guarda municipal Zilda Ramires, 44 anos.

A defesa de Leonardo argumentou que ele agiu em legítima defesa, diante da invasão de seu apartamento pelas três pessoas, sem mandado de busca.

A história-A confusão começou com uma conversa na internet entre Zilda e o policial. Ele disse à Zilda que era traficante, e ela acionou a equipe do serviço de inteligência da Polícia Militar na cidade com o intuito de prendê-lo.

A defesa de Leonardo argumentou que ele agiu em legítima defesa, diante da invasão de seu apartamento pelas três pessoas, sem mandado de busca.

A assessoria de imprensa da PF (Polícia Federal) informou que Leonardo vai voltar ao trabalho normalmente e que será alvo de uma sindicância para apurar os fatos.

O agente ficou preso até quinta-feira passada, quando foi concedida a liberdade provisória pelo juiz Adriano da Rosa Bastos, da 3ª Vara Criminal de Dourados. A decisão impõe condições, como foi sugerido pelo Ministério Público Estadual.

Ele deverá manter a Justiça informada sobre seu endereço e comunicar viagens superiores a 8 dias. Também não poderá ser transferido pela Polícia Federal para outra cidade, para não trabalhar o andamento do processo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento