Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 24 de junho de 2021
Busca
DEODÁPOLIS

Deodápolis discute Polícia Comunitária em Audiência Pública

19 Nov 2009 - 07h53Por Wilson Amaral / Fátima News

O 2º Pelotão da Polícia Militar de Deodápolis, sob o comando do sargento Alexandre Araújo Barbosa “sgto Araújo” e apoio da Prefeitura de Deodápolis, Ministério Público, Delegacia de Polícia, Câmara Municipal, Conselho Tutelar, Instituições Religiosas, Escolas Estaduais de Ensino, Associação Comercial e outras entidades de classes constituídas no município, realizaram a primeira audiência pública de polícia Comunitária de integração e cidadania que aconteceu na semana passada no auditório do Centro de Múltiplo Uso, toda a reunião foi transmitida ao vivo pela rádio Comunitária Jovem Fm.

 

 

Diversas autoridades estiveram presentes e fizeram parte da mesa, Sargento Araújo, Major Zerlotti 2º CIAPM/16º BPM - Glória de Dourados Prefeito Manoel Martins, Márcio Teles representando a presidente da Câmara Cida Alves na oportunidade, Promotor Dr. Jorge Ferreira Neto Júnior, Defensor Dr. Willian Coelho Abdonor, Dr. Ricardo Mota Delegado de Polícia Civil e Tenente Max Tosta comandante da Coordenadoria de Defesa Civil Municipal, ainda estiveram presentes diversas autoridades e lideranças dentre elas o vice-prefeito Valmirzinho, Fábio César Secretário de Saúde, Ex-prefeito Pedro Martins, os vereadores Valdecir Trevisan, Francisco Euzébio, José Manoel, Paulino Amaral, Expedito Ponciano, Irmão Paulinho, Padre Valmor, ex-vereador Dandão, radialista Eliton Santos da Transamérica fm, radialista José Maciel da Jovem Fm, Daniel Dorli gerente de recursos humanos da ETH Eldorado, diversos empresários, comerciantes, Diretores de Escolas, professores, representantes de classes e policiais militares.

 

 

Durante a abertura do evento pelo Sargento Araújo ele salientou que o evento é uma busca por uma parceria com a sociedade, para a manutenção de dias melhores, ainda agradeceu o Conselho Tutelar, na questão de segurança ao menor, também agradeceu o Delegado de Polícia Civil Dr. Ricardo na luta diuturno diariamente, também agradeceu ao promotor Dr. Jorge por sempre atender em seu gabinete, agradeceu ao defensor Dr. Willian recém chegado a cidade, agradeceu ao Tenente Max Tosta pelos relevantes serviços prestados a comunidade, na oportunidade o Sargento Araújo também agradeceu o prefeito Manezinho desde a sua chegada a cidade para comandar o 2º Pelotão de Polícia e agradeceu a prefeitura pela força pelo apoio que tem dispensado a nobre causa da polícia militar.

 

 

Em seguida o Sargento convidou o Major Zerlotti para falar sobre polícia comunitária. Durante pronunciamento do Zerlotti ele disse que sente muito feliz na região, pois tem uma história marcada de trabalho em Glória e Deodápolis, e salientou que quando verificou a comunidade unida na cidade para tratar de questão de segurança pública e questão de comunidade ficou muito feliz e que quando se fala em polícia comunitária fala-se num todo polícia militar, civil, ministério público, executivo, na comunidade em si, nos educadores, professores, legislativo. Em suas palavras o Major Zerlotti disse que “a filosofia tem se mudado e antigamente a polícia ficava distante da comunidade e que hoje a filosofia é outra e a polícia comunitária envolve toda comunidade como um todo,a polícia se reúne na comunidade e vai buscar de soluções em conjunto”. Conclui Zerlotti.

 

 

O Major Zerlotti adiantou que foi implantado com sucesso aqui o Proerd, programa educacional de resistência às drogas e a violência e que já é uma realidade no município o trabalho com palestras de trânsito, policiamento escolar e questão ambiental, mas precisamos implantar a polícia comunitária para trabalhar junto com a comunidade no combate ao crime. O Sargento Araújo definiu que polícia comunitária é uma filosofia e uma estratégia organizacional que proporciona uma nova parceria entre a população e a polícia, baseada na premissa de que tanto a polícia quanto a comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas contemporâneos, como crimes, drogas, medos, desordens físicas, morais e até mesmo a decadência dos bairros, com o objetivo de melhorar a qualidade geral de vida na área”.

 

 

Quais são os objetivos da Polícia Comunitária? 

 

 

A Polícia Comunitária visa à participação social, ou seja, o envolvimento de todos os cidadãos que moram, estudam ou trabalham na comunidade e que possam, voluntariamente, auxiliar a instituição policial na busca de soluções que atuem sobre as causas da violência e da criminalidade, proporcionando desta forma mais segurança e uma maior qualidade de vida. 

 

 

Ao final da audiência o Promotor Público Dr. Jorge “parabenizou a iniciativa da polícia militar na pessoa do Major Zerlotti, Sargento Araújo e salientou onde as cidades é implantada essa política e semeada essa cultura isso dá resultados não a longo prazo, mas rapidamente, no tocante a questão do menor, da infância e da juventude, na questão da violência doméstica, na questão dos idosos, enfim todas aquelas pessoas que necessitam de tratamento rápido, um tratamento especial é um trabalho preventivo e acredita que essa é a normalidade o que é almejado por todos e que estava presente em nome do ministério público e a disposição de todos e espera para trabalhar em conjunto e que pretende realizar um trabalho nas escolas em Deodápolis com o apoio dos diretores das escolas desempenhar este trabalho no tocante a infância e a juventude, finalizou parabenizando mais uma vez a iniciativa e se colocou a disposição no Fórum”conclui o promotor.

 

 

O Defensor Dr. Willian salientou “que está a pouco tempo na comarca de Deodápolis, ou seja, 30 dias na cidade e que também ficou substituindo um colega na cidade de Glória de Dourados e postergou um pouco seus projetos de conhecer um pouco a cidade, as escolas, as igrejas e todas as novidades da cidade também, na oportunidade o Defensor também parabenizou a iniciativa da PM, em trazer essa nova visão de trabalho à sociedade e ter o conhecimento porque a polícia PM, é considerada a mão da justiça por estar mais próxima da sociedade é onde a comunidade tem um contato mais próximo com o Estado com o Governo e com a Justiça e a farda que a PM carrega é um símbolo que a polícia ta agindo e não é um policial que está ali é sim um sábio e o sábio está presente para todo o bem estar da comunidade” finalizou o Defensor.

 

 

 O presidente da APM da Escola 13 de Maio Gilberto Andrade salientou e parabenizou todos da policia militar e está pronto a seguir a policia comunitária e reforçou um pedido aos policiais para se fazer presente mais nas escolas. O vereador Márcio Teles parabenizou a iniciativa da polícia em nome de toda a Câmara e aproveitou a oportunidade para parabenizar o Major Zerlotti, o comandante Sargento Araújo e em especial ao soldado Leite que trabalha com crianças de 9 a 13 anos de idade no programa Proerd, e esse é o trabalho da polícia comunitária é trabalhar em conjunto desde a criança, prevenindo para que eles fiquem longe das drogas e da violência e que a Câmara agradece o convite e se coloca a disposição.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

assis (2) VEJA VÍDEO
Antes de morrer, vítima gravou áudio relatando que esposa e dois homens teriam realizado crime
CRIME PASSIONAL
Contadora é morta pelo ex-marido, que comete suicídio em seguida
100 PERDÃO
Mulher trai marido, não é perdoada e coloca fogo no próprio corpo como forma de se punir
TRAGÉDIA NO CAMPO
Pulverizador passa por cima da cabeça de agrônoma em fazenda
COPA AMÉRICA
Brasil leva gol antológico, mas vira sobre a Colômbia e se classifica em 1º lugar
APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid