Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 27 de janeiro de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

Dengue hemorrágica mata adolescente de 13 anos em Dourados

23 Mar 2010 - 08h12Por Dourados Agora

A dengue faz mais uma vítima em Dourados. Um adolescente de 13 anos, morreu esta madrugada, no Hospital da Vida. No atestado de óbito consta, como causas da morte, dengue hemorrágica, forma mais grave da doença que vem matando em Dourados.

Em Dourados, a primeira morte por dengue foi registrada em 8 de fevereiro, uma mulher de 74 anos, residente no Jardim São Pedro; a 2ª, em 20 de fevereiro, outra mulher de 47, moradora na Vila Industrial; a 3ª, em 2 de março, outra mulher de 35, da Vila Seac. 

Um quarto caso foi descartado e resta, ainda receber os resultados dos exames da menina de 14 anos, do Água Boa, que morreu dia 11 de março, e da paciente de 72 anos, que morreu no dia 17 de março.

Tem, ainda, o homem, de 47 anos, morador em Juti, e que morreu na madrugada do dia 15, no Hospital Santa Rita. A causa mortis deverá ser investigada pela Secretaria Municipal de Juti, onde ele residia.

Os agentes de saúde se desdobram para monitorar bairros onde a incidência de dengue é alta. Eles tentam conter a epidemia que se alastra, com vistorias permanentes em residências onde vêm borrifando o larvicida. Ontem, na região da Vila e Índios, centenas de casas foram pulverizadas.

CASOS NO ESTADO

A secretaria registrou 38.989 notificações no Estado. A incidência é considerada muito alta em 38 municípios, que estariam em situação de epidemia, fora de controle.

A líder no ranking é Campo Grande, com 22,3 mil casos notificados pelo Estado. É a segunda epidemia enfrentada pela Capital em três anos. A última, em 2007, houve 45 mil casos.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 47,8% dos casos campo-grandenses são causados pelo vírus tipo 1, que causou a epidemia nos anos 90. Outros 13% seriam do vírus tipo 2, que causou a epidemia em 2002.

Em segundo lugar está Dourados, com 2.071 casos, seguido por Jardim (1.364), Rio Brilhante (865), Maracaju (836), Três Lagoas (725) e Corumbá (700).

A situação é considerada sob controle em 40 municípios, sendo que 13 não contabilizam mais de 10 casos: Caracol, Japorã e Taquarussu (zero), Santa Rita do Pardo (2), Novo Horizonte do Sul (3), Paranhos (3), Batayporã (4), Bandeirantes (6), Eldorado (6) e Jateí (6).

Leia Também

SUBINDO
Brasil em 24 horas, foram registradas 487 mortes por Covid 19 e 183.722 novos casos registrados
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Quanto Falta para o Fim do Mundo?
TRAGÉDIA NA IGREJA
Confusão em culto termina com pastor e jovem mortos, 4 baleados e casa incendiada
SOB INVESTIGAÇÃO
Lutador é executado com 12 tiros, sua esposa esta grávida
SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio
ACASALAMENTO DE COBRAS
Casal sucuri acasalando em rio assusta e impressiona turistas; veja vídeo
MEIO AMBIENTE
O número médio anual de relâmpagos do país aumentará para 100 milhões
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19