Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
Brasil

Dengue hemorrágica mata adolescente de 13 anos em Dourados

23 Mar 2010 - 08h12Por Dourados Agora

A dengue faz mais uma vítima em Dourados. Um adolescente de 13 anos, morreu esta madrugada, no Hospital da Vida. No atestado de óbito consta, como causas da morte, dengue hemorrágica, forma mais grave da doença que vem matando em Dourados.

Em Dourados, a primeira morte por dengue foi registrada em 8 de fevereiro, uma mulher de 74 anos, residente no Jardim São Pedro; a 2ª, em 20 de fevereiro, outra mulher de 47, moradora na Vila Industrial; a 3ª, em 2 de março, outra mulher de 35, da Vila Seac. 

Um quarto caso foi descartado e resta, ainda receber os resultados dos exames da menina de 14 anos, do Água Boa, que morreu dia 11 de março, e da paciente de 72 anos, que morreu no dia 17 de março.

Tem, ainda, o homem, de 47 anos, morador em Juti, e que morreu na madrugada do dia 15, no Hospital Santa Rita. A causa mortis deverá ser investigada pela Secretaria Municipal de Juti, onde ele residia.

Os agentes de saúde se desdobram para monitorar bairros onde a incidência de dengue é alta. Eles tentam conter a epidemia que se alastra, com vistorias permanentes em residências onde vêm borrifando o larvicida. Ontem, na região da Vila e Índios, centenas de casas foram pulverizadas.

CASOS NO ESTADO

A secretaria registrou 38.989 notificações no Estado. A incidência é considerada muito alta em 38 municípios, que estariam em situação de epidemia, fora de controle.

A líder no ranking é Campo Grande, com 22,3 mil casos notificados pelo Estado. É a segunda epidemia enfrentada pela Capital em três anos. A última, em 2007, houve 45 mil casos.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 47,8% dos casos campo-grandenses são causados pelo vírus tipo 1, que causou a epidemia nos anos 90. Outros 13% seriam do vírus tipo 2, que causou a epidemia em 2002.

Em segundo lugar está Dourados, com 2.071 casos, seguido por Jardim (1.364), Rio Brilhante (865), Maracaju (836), Três Lagoas (725) e Corumbá (700).

A situação é considerada sob controle em 40 municípios, sendo que 13 não contabilizam mais de 10 casos: Caracol, Japorã e Taquarussu (zero), Santa Rita do Pardo (2), Novo Horizonte do Sul (3), Paranhos (3), Batayporã (4), Bandeirantes (6), Eldorado (6) e Jateí (6).

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai