Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
Brasil

DEM tenta contornar divergências e reitera apoio ao PSDB

19 Nov 2009 - 08h02Por Conjuntura

Lideranças do Democratas reuniram-se nesta quarta-feira para tentar contornar divergências internas e reafirmar a unidade da legenda em torno do apoio ao PSDB na sucessão presidencial de 2010.
O encontro, que reuniu 90 convidados, aconteceu na residência oficial do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, e contou com a presença de senadores e deputados do partido, além do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Para o líder da sigla no Senado, José Agripino Maia (RN), a decisão sobre o nome que irá concorrer à eleição presidencial de 2010 é uma escolha que cabe ao PSDB e, qualquer que seja ela, o DEM estará ao lado dos tucanos.

"O almoço foi uma fotografia da unidade do partido por uma tese", afirmou Agripino a jornalistas.

Os conflitos do DEM têm origem na indecisão do PSDB, que se debate entre as candidaturas à Presidência dos governadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP).

Líder das pesquisas de intenção de voto, Serra defende que o PSDB anuncie o candidato em março, enquanto Aécio Neves quer que a escolha aconteça até janeiro.

A posição de Aécio ganhou musculatura depois que o Democratas passou a defender a celeridade da decisão. Integrantes de uma ala do DEM acreditam que Aécio seria mais agregador para atrair alianças. Mesmo o grupo do Democratas mais afinado com Serra sustenta no máximo o mês de fevereiro.

"Esse é um problema que diz respeito ao PSDB. A nossa decisão está tomada", afirmou Kassab, um dos principais apoiadores de Serra na legenda.

O deputado Rodrigo Maia, presidente nacional do DEM, e seu pai, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia, vêm criticando a demora do PSDB para a escolha do candidato e lançando críticas públicas à postura de Serra de protelar a decisão.

"Não tem uma crítica interna, uma divisão. Existem opiniões divergentes, o que é normal", explicou o Maia.

Na terça-feira que vem deve acontecer uma reunião entre o DEM e o PSDB em Brasília com a presença de Rodrigo Maia, do presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), e dos líderes do Senado e da Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado