Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 9 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

Delegação da Fiems embarca para participar do 4º Enai em Brasília

17 Nov 2009 - 08h18Por Fátima News, com Assessoria

Evento vai reunir nesta terça e quarta-feira pelo menos 1,5 mil líderes empresariais de todo o País

 

 

A delegação da Fiems embarcou na tarde desta segunda-feira (16/11) para Brasília (DF), onde vai participar, dias 17 e 18 de novembro, do 4º Enai - Encontro Nacional da Indústria – promovido pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e que reunirá mais de 1,5 mil líderes empresariais no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. De acordo com o superintendente do IEL, Bergson Amarilla, responsável pela delegação, a cada ano o encontro vem se consolidando como a convenção anual do setor industrial.

 

 

“Vamos participar do Enai com representantes de diversos setores da indústria sul-mato-grossense no intuito de levar nossa contribuição ao desenvolvimento do país e os desafios que em conjunto devemos superar”, disse Bergson Amarilla, acrescentando que o objetivo do encontro é promover a competitividade da indústria.

 

 

Representante do setor cerâmico de Mato Grosso do Sul, a presidente do Sindicer/MS (Sindicato das Indústrias de Cerâmica do Estado), Cláudia Volpini, acredita que o Enai contribui para que assuntos de interesse da indústria de todo o país estejam no foco dos debates. “Vamos poder acompanhar e participar do debate de assuntos importantes para nós como as questões trabalhista e ambiental. Dessa forma podemos voltar atualizados e alinhados como pensamento das nossas lideranças em Brasília, percepções que as vezes a distância não permite que tenhamos”, ressaltou.

 

 

Participando pela primeira vez do Enai, o presidente do Sindiplast/MS (Sindicato das indústrias de Plásticos e Petroquímicas do Estado), Silvio Roberto Padovani, acredita que o evento oferece suporte para o setor industrial. “É importante para que nos inteiremos de assuntos importantes para a indústria e que muitas vezes na correria dos negócios passamos desapercebidos e dessa forma é possível acompanhar de perto”, pontuou.

 

 

Também integram a delegação o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o presidente do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação do Estado), José Francisco Veloso Ribeiro, o presidente do Simec (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Corumbá), Lourival Vieira da Costa, o presidente do Simmme (Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalurgias, Mecânicas e de Material Elétrico da Região da Grande Dourados), Adilson Grava Pimenta dos Reis, o presidente do Coema (Conselho Temático Permanente de Meio Ambiente) da Fiems, Isaísas Bernardini, e a assessora sindical Carolina Palhares.

 

 

 

Ministro

 

 

Nesta terça-feira, durante o 4º Enai, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vai debater com os empresários a agenda para o Brasil no próximo governo, abordando temas como política econômica, investimentos em infra-estrutura, meio ambiente e relações do trabalho. O painel, previsto para as 10h45 (horário de Brasília), também terá as presenças do presidente da CNI, Armando Monteiro Neto, do 1º vice-presidente da CNI, Paulo Skaf, dos senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Aloizio Mercadante (PT-SP), do vice-presidente do Banco Mundial (BIRD), Otaviano Canuto, e do professor da FGV-RJ Samuel de Abreu Pessoa.

 

 

A abertura do evento será conduzida pelo presidente Armando Monteiro Neto e será seguida apresentação do diretor-executivo da CNI, José Augusto Fernandes. Estarão presentes no 4º Enai o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, o secretário de Comércio Exterior do Ministério de Desenvolvimento, Welber Barral, e o secretário-executivo do Ministério de Ciência e Tecnologia, Luiz Antonio Elias, sendo que todos eles participarão de sessões temáticas na tarde desta terça-feira.

 

 

Ao todo serão seis sessões temáticas (política econômica, infra-estrutura, meio ambiente, inovação, relações do trabalho e economia internacional) e o resultado de cada uma dessas reuniões será reunido na Carta da Indústria. Ela será o ponto de partida para o documento consolidado que a CNI entregará, no próximo ano, aos candidatos à Presidência da República nas próximas eleições gerais.

 

 

A Carta da Indústria será divulgada no segundo dia do 4º Enai, quarta-feira (18/11), em entrevista coletiva do presidente da CNI, Armando Monteiro Neto, que será realizada depois da sessão de encerramento do evento que será feito pelos presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

 

Leia Também

TENTATIVA DE ASSASSINATO
Coroinha é esfaqueado no pescoço durante missa em igreja
AUXILIO CAMINHONEIRO
Caixa libera consulta ao Auxílio Caminhoneiro
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casal que adotou 3 irmãos autistas vítimas de maus-tratos comove internautas
DESUMANIDADE
Polícia interdita casa de repouso por tortura e sequestro de idosos
DENUNCIADO POR VIZINHOS
Mãe e filho são executados e corpos escondidos dentro de sofá velho jogado em lote baldio
AUXILIO BRASIL
Governo amplia Auxílio Brasil e mais 23,7 mil famílias vão receber em MS
ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel