Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Delegação da Fiems embarca para participar do 4º Enai em Brasília

17 Nov 2009 - 08h18Por Fátima News, com Assessoria

Evento vai reunir nesta terça e quarta-feira pelo menos 1,5 mil líderes empresariais de todo o País

 

 

A delegação da Fiems embarcou na tarde desta segunda-feira (16/11) para Brasília (DF), onde vai participar, dias 17 e 18 de novembro, do 4º Enai - Encontro Nacional da Indústria – promovido pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e que reunirá mais de 1,5 mil líderes empresariais no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. De acordo com o superintendente do IEL, Bergson Amarilla, responsável pela delegação, a cada ano o encontro vem se consolidando como a convenção anual do setor industrial.

 

 

“Vamos participar do Enai com representantes de diversos setores da indústria sul-mato-grossense no intuito de levar nossa contribuição ao desenvolvimento do país e os desafios que em conjunto devemos superar”, disse Bergson Amarilla, acrescentando que o objetivo do encontro é promover a competitividade da indústria.

 

 

Representante do setor cerâmico de Mato Grosso do Sul, a presidente do Sindicer/MS (Sindicato das Indústrias de Cerâmica do Estado), Cláudia Volpini, acredita que o Enai contribui para que assuntos de interesse da indústria de todo o país estejam no foco dos debates. “Vamos poder acompanhar e participar do debate de assuntos importantes para nós como as questões trabalhista e ambiental. Dessa forma podemos voltar atualizados e alinhados como pensamento das nossas lideranças em Brasília, percepções que as vezes a distância não permite que tenhamos”, ressaltou.

 

 

Participando pela primeira vez do Enai, o presidente do Sindiplast/MS (Sindicato das indústrias de Plásticos e Petroquímicas do Estado), Silvio Roberto Padovani, acredita que o evento oferece suporte para o setor industrial. “É importante para que nos inteiremos de assuntos importantes para a indústria e que muitas vezes na correria dos negócios passamos desapercebidos e dessa forma é possível acompanhar de perto”, pontuou.

 

 

Também integram a delegação o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o presidente do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação do Estado), José Francisco Veloso Ribeiro, o presidente do Simec (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Corumbá), Lourival Vieira da Costa, o presidente do Simmme (Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalurgias, Mecânicas e de Material Elétrico da Região da Grande Dourados), Adilson Grava Pimenta dos Reis, o presidente do Coema (Conselho Temático Permanente de Meio Ambiente) da Fiems, Isaísas Bernardini, e a assessora sindical Carolina Palhares.

 

 

 

Ministro

 

 

Nesta terça-feira, durante o 4º Enai, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vai debater com os empresários a agenda para o Brasil no próximo governo, abordando temas como política econômica, investimentos em infra-estrutura, meio ambiente e relações do trabalho. O painel, previsto para as 10h45 (horário de Brasília), também terá as presenças do presidente da CNI, Armando Monteiro Neto, do 1º vice-presidente da CNI, Paulo Skaf, dos senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Aloizio Mercadante (PT-SP), do vice-presidente do Banco Mundial (BIRD), Otaviano Canuto, e do professor da FGV-RJ Samuel de Abreu Pessoa.

 

 

A abertura do evento será conduzida pelo presidente Armando Monteiro Neto e será seguida apresentação do diretor-executivo da CNI, José Augusto Fernandes. Estarão presentes no 4º Enai o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, o secretário de Comércio Exterior do Ministério de Desenvolvimento, Welber Barral, e o secretário-executivo do Ministério de Ciência e Tecnologia, Luiz Antonio Elias, sendo que todos eles participarão de sessões temáticas na tarde desta terça-feira.

 

 

Ao todo serão seis sessões temáticas (política econômica, infra-estrutura, meio ambiente, inovação, relações do trabalho e economia internacional) e o resultado de cada uma dessas reuniões será reunido na Carta da Indústria. Ela será o ponto de partida para o documento consolidado que a CNI entregará, no próximo ano, aos candidatos à Presidência da República nas próximas eleições gerais.

 

 

A Carta da Indústria será divulgada no segundo dia do 4º Enai, quarta-feira (18/11), em entrevista coletiva do presidente da CNI, Armando Monteiro Neto, que será realizada depois da sessão de encerramento do evento que será feito pelos presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid
COPA AMÉRICA
Com mudanças, Brasil encara Colômbia para garantir liderança do grupo
JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo