Menu
SADER_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Delcídio viabiliza quimioterapia paa pacientes de Corumbá

31 Out 2006 - 07h54
Por solicitação do senador Delcídio do Amaral (PT/MS), o Ministério da Saúde acaba de autorizar o credenciamento de uma unidade de tratamento quimioterápico no Hospital de Caridade de Corumbá, que vai oferecer atendimento gratuito a pacientes portadores de câncer em Corumbá e Ladário.
         - O governo do estado está investindo R$ 120 mil na montagem do serviço, que começará a funcionar ainda no mês de novembro e vai oferecer muito mais conforto a centenas de pacientes que até agora são obrigados a buscar atendimento em Campo Grande. Muitas dessas pessoas, que moram em regiões distantes do Pantanal, viajam dois dias de barco até chegar a Corumbá, e mais um dia de ônibus até a capital, para receber o tratamento. A viagem de volta dura o mesmo tempo e impõe um sacrifício enorme a esses pacientes, porque eles estão debilitados em conseqüência dos medicamentos utilizados na quimioterapia. Agora, graças ao investimento do governo do estado e ao trabalho do senador Delcídio em Brasília, esse sofrimento vai ser amenizado – explicou o secretário estadual de saúde, Matias Gonzáles.
         O secretário disse que o Ministério da Saúde ficou sensibilizado com a situação dos pacientes que são portadores de câncer e vivem na região do Pantanal.
         - Era preciso convencer as autoridades de Brasília que nós precisávamos de um atendimento diferenciado em Mato Grosso do Sul. As distâncias no Pantanal são enormes e a maior parte dos deslocamentos é feita de barco, com quase nenhum conforto. O estado dispunha dos recursos para montar o serviço em Corumbá, mas precisava do credenciamento do ministério para remanejar os recursos do SUS e aplica-los no custeio da quimioterapia. O trabalho do senador Delcídio foi fundamental nesse processo – revelou Gonzáles.
         Só no Hospital do Câncer de Campo Grande são atendidos regularmente 350 pacientes que vem de Corumbá e Ladário, sem contar aqueles que recebem a quimioterapia em outros hospitais da capital. Agora eles não precisarão mais enfrentar a estrada em busca de atendimento.
         - O ganho para a qualidade de vida dessas pessoas é enorme – lembrou o secretário.
         Para Delcídio, a decisão do Ministério da Saúde representa mais uma batalha vencida na luta para aprimorar os serviços prestados a população.
         - Desde que recebi esse pedido das autoridades de saúde e de lideranças expressivas da comunidade corumbaense e ladarense, empenhei-me pessoalmente, sem alarde, como eu costumo fazer as coisas. Conversei com o ministro, com o pessoal da área técnica, mostrei a eles que a região tem características únicas no país e, graças a Deus, eles tiveram a sensibilidade de entender a situação. Agora é colocar o serviço em funcionamento e atender ao povo, que precisa. Novas batalhas virão e eu vou estar aqui pronto, vigilante, honrando o mandato que a população sul-mato-grossense me confiou – afirmou o senador.
 
 
Fátima News

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS