Menu
SADER_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Delcídio vai mobilizar bancada em favor da ZPE de Corumbá

28 Mai 2010 - 11h02Por Assessoria
O coordenador da bancada de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional, senador Delcídio do Amaral (PT/MS), garante que os deputados e senadores que representam o estado em Brasília vão trabalhar em conjunto para obter do governo federal decreto delimitando uma nova área para a implantação da Zona de Processamento de Exportação-ZPE de Corumbá. “Não podemos perder tempo. Já conversei com o ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais), a ministra Erenice Guerra (Casa Civil) e o ministro Miguel Jorge(Desenvolvimento, Indústria e Comercio), que entenderam a situação e se colocaram à disposição para nos ajudar a resolver essa questão.

 

Eles podem, inclusive, interceder junto ao presidente Lula para que o decreto seja publicado rapidamente”, revelou o senador, durante audiência pública promovida na noite desta quinta-feira, 27 de maio, pelo vereador Marcos Martins(PT) na Câmara de Corumbá, para tentar encontrar uma solução que garanta a permanência da ZPE no município.

Delcídio disse que, vencidas essas etapas, é preciso tomar outras providências que garantam o sucesso do empreendimento. “Solucionada a questão da aquisição da nova área e resolvido o problema legal, com a publicação de um novo decreto da Presidência da República, é preciso contratar uma empresa especializada em Zonas de Processamento de Exportação para nos fornecer os subsídios necessários à implantação da ZPE de Corumbá.

Uma consultoria experiente, que conheça não só os trâmites burocráticos de todas as etapas previstas na legislação, mas que tenha conhecimento do mercado nacional e internacional e seja capaz de atrair para cá indústrias que vão produzir e gerar empregos e riquezas para a região”, sugeriu. O senador citou como exemplo o que aconteceu em Bataguassu, município sul-mato-grossense na divisão com o estado de São Paulo.

“O prefeito João Carlos Lemes (PT) contratou uma consultoria especializada que assessorou o município na elaboração do projeto. A iniciativa privada também colaborou e, com isso, Bataguassu acaba de ter sua ZPE aprovada pelo Conselho do Ministério do Desenvolvimento”, relatou. De acordo com Delcídio, será preciso também traçar um plano para qualificar a mão-de-obra de Corumbá e Ladário que vai trabalhar na ZPE.

“Não podemos deixar que, depois de todo o esforço, as melhores posições no quadro funcional das indústrias sejam ocupadas por profissionais que vêm de fora”, alertou. O coordenador colocou toda a bancada à disposição da câmara de vereadores, da prefeitura e do governo do estado para se encontrar uma solução “ágil e competente” para a questão. “A ZPE é muito importante não só para os corumbaenses e ladarenses, mas para todas as pessoas que vivem em nosso estado. Essa discussão está acima das diferenças partidárias. Eu tenho compromisso com o povo da minha cidade.

O governador André, o deputado Paulo Duarte, os vereadores e o prefeito Ruiter estão juntos nessa empreitada. Traçamos uma estratégia, definimos as missões de cada um. No processo de desenvolvimento de Mato Grosso do Sul nós contamos com a ZPE de Corumbá. Ela é estratégica para o nosso crescimento. A bancada federal fará todo o esforço possível para que Corumbá não perca a ZPE. Vamos trabalhar duro para realizar essa missão”, garantiu Delcídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados