Menu
SADER_FULL
quinta, 9 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Delcídio diz que royalties e reforma tributária são prioridades do segundo manda

2 Fev 2011 - 10h05Por Da Redação - Fátima News

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) dará prioridade a dois temas nos primeiros meses do seu segundo mandato: a reforma tributária e a divisão dos royalties do petróleo extraído da camada pré-sal, no litoral da Região Sudeste.

 

“Vou continuar trabalhando forte pelo estado e os municípios e uma das maneiras é acelerar a reforma tributária, objetivo da presidente Dilma e do Congresso Nacional. Queremos também definir rapidamente os critérios para distribuir os recursos arrecadados com a exploração do pré-sal, que reforçarão o caixa dos governos estaduais e das prefeituras. Essas duas iniciativas, sem dúvida alguma,  vão melhorar a arrecadação e beneficiar diretamente todas as cidades sul-mato-grossenses”, afirmou o senador logo após tomar posse nesta terça-feira, 1 de fevereiro, em Brasília.

 

O parlamentar disse também que dará prosseguimento à luta para viabilizar um volume cada vez maior de recursos federais para o estado e os municípios.

 

“No primeiro mandato consegui mais de R$ 1 bilhão. Agora quero bater esse recorde”, adiantou o senador.

 

A partir de um acordo firmado com os senadores que integram a bancada do PT, Delcídio vai ocupar nos próximos doze meses a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos, uma das mais importantes do Congresso Nacional. Depois, em sistema de rodízio, o comando da CAE será entregue ao senador Eduardo Suplicy (SP).

 

“Pela Comissão de Assuntos Econômicos passarão propostas importantíssimas para Mato Grosso do Sul e o Brasil. A reforma tributária, a divisão dos royalties,  os empréstimos externos pedidos pelos estados e municípios, enfim, vários projetos fundamentais para que o nosso estado e o Brasil continuem crescendo e se desenvolvendo. Espero poder contribuir bastante para que alcancemos esses objetivos”, disse o senador.

 

Delcídio revelou também que vai trabalhar para que o projeto de sua autoria, que prevê a  repatriação de recursos de brasileiros depositados em contas bancárias no exterior, tramite rapidamente no Senado e seja aprovado na Câmara.

 

“Temos debatido o projeto com vários segmentos da sociedade e aqui  no Congresso também. Quem toma conhecimento da proposta a aprova porque entende que o objetivo é trazer de volta recursos que se transformarão em investimentos geradores de empregos e riquezas”, ponderou.

 

 Corumbá –Entre as pessoas presentes a posse de Delcídio  estavam  membros da diretoria do Sindicato Rural de Corumbá, que se reuniram com o senador para discutir temas de interesses da região pantaneira.

 

“É uma honra ter recebido, no momento em que inicio o segundo mandato,  o presidente Raphael Kassar e produtores rurais da minha cidade. Vamos continuar tratando das questões de interesses não só do agronegócio, mas também de toda a população,  como a implantação do programa Luz para Todos nos pontos mais distantes do Pantanal, a telefonia celular e a recuperação do Rio Taquari.  Assumir a presidência da CAE vai ajudar bastante nesse processo”,  previu Delcídio.O  nosso compromisso é com as pessoas que vivem em Mato Grosso do Sul,  com a produção e com o meio ambiente”, finalizou. 

Leia Também

FENÔMENO DA NATUREZA
Vem aí a chuva de estrelas mais brilhante e colorida de 2021
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em Jeremias
SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam