Menu
SADER_FULL
quinta, 9 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Definidos candidatos para eleição suplementar

5 Jan 2011 - 09h54Por Dourados News
Ontem mais três coligações oficializaram candidaturas para a eleição suplementar em Dourados. Com isso quatro candidatos vão concorrer ao pleito que vai escolher no dia 6 de fevereiro o novo prefeito da cidade. Na segunda-feira o PMN já tinha registrado a candidatura do professor Antonio Valeretto. Ontem o presidente municipal do Democratas, Waldir Guerra esteve no Cartório Eleitoral para registrar a candidatura do ex-vice-governador Murilo Zauith que tem o apoio de outros 14 partidos.

 O sindicalista Geraldo Sales foi pessoalmente registrar sua candidatura. Depois de quase ter feito parte do bloco que apóia Murilo o partido decidiu na última hora lançar candidatura própria. “Sabemos das dificuldades, mas precisamos apresentar para a sociedade uma alternativa viável e um projeto sério para tirar a cidade do caos que se encontra”, disse Sales.

O último a registrar a candidatura foi o micro-empresário e ex-arbitro de futebol José Araujo do PSOL. Ele disse que o partido é contra uma candidatura de coalizão e que o povo precisa de opções para fazer uma boa escolha. “Vejo de forma negativa para a sociedade. O povo não aceita, não é para o bem da cidade, foi um arranjo, o famoso “trem da alegria”, Visa simplesmente a um grupo político que quer empurrar ‘goela abaixo’ o que foi divulgado, que só há uma pessoa capaz de administrar a sociedade e não é por ai”, aponta Araújo, se referindo a Murilo Zauith.

Já sobre a candidatura própria, os candidatos afirmaram que ela surgiu pelo “entendimento do próprio partido que precisa ‘marcar território’ [nas eleições]”, disse José Araújo.

Os quatro candidatos que irão disputar a eleição suplementar poderão gastar até R$ 4.8 milhões. O maior gasto foi estimado pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN) que tem como candidato o professor Antonio Valeretto. Ele poderá gastar até R$ 2,5 milhões no pleito.

Em segundo lugar aparece o sindicalista Geraldo Sales do PSDC que estima o teto máximo de gasto em R$ 1,5 milhões. Murilo Zauith do DEM fez a declaração de que seu gasto total deva ficar em R$ 1 milhão. A coligação que tem uma previsão mais modesta é o PSOL do candidato José Araújo que vai declarar na tarde de hoje um gasto estimado em R$ 200 mil.

Ontem foi o último dia para que as coligações apresentem seus candidatos. Hoje o registro de candidatura só poderá ser feita de forma individual por candidato.

Leia Também

FENÔMENO DA NATUREZA
Vem aí a chuva de estrelas mais brilhante e colorida de 2021
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em Jeremias
SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam