Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Defesa de diretor do FMI deve alegar sexo consensual

18 Mai 2011 - 10h09Por Estadão

Acusado de ataque sexual contra uma camareira de um hotel em Nova York, o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, ficará na prisão de Rikers Island, em Nova York, até sexta-feira, quando ocorrerá a próxima audiência em uma corte de Manhattan. Nesta data, a defesa de Strauss-Kahn tentará novamente entrar com um pedido de fiança para que o processo seja respondido em liberdade.

Segundo relato do tabloide New York Post, a defesa pode mudar a estratégia e admitir ter havido uma relação sexual consentida entre Strauss-Kahn e a vítima, cuja identidade é mantida em sigilo. A informação não foi confirmada pela equipe do advogado Benjamin Brafman. Durante a audiência na segunda-feira, a defesa apenas negou que tenha havido o ataque, sem mencionar se houve ou não contato sexual consentido.

O advogado, posicionado ao lado de Strauss-Kahn, afirmou apenas "não haver provas de um encontro forçado" entre seu cliente e a vítima em uma suíte do Hotel Sofitel, na região da Times Square, no sábado. Nos próximos dias, devem ser divulgadas mais informações como o vídeo de Strauss-Kahn e da camareira saindo do quarto. Ela afirma que ele saiu nu do banheiro e tentou estuprá-la.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço
GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar