Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
sábado, 17 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Defesa Civil alerta sobre risco de tempestade em MS

8 Jul 2004 - 07h12
 

A Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, remeteu, nesta quarta-feira, alertas para as Coordenadorias Estaduais de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul, do Paraná e de Santa Catarina a fim de prevenir sobre a ocorrência, entre hoje e amanhã, de chuvas, raios e rajadas de ventos com até 60 quilômetros por hora (km/h). É possível também que nesse mesmo período, em áreas isoladas desses três Estados, caia granizo.

As pancadas de chuvas fortes, raios e ventos são mais prováveis na área que vai do oeste ao litoral sul catarinense, no oeste e sudeste do Paraná e no oeste e sudeste do Mato Grosso do Sul. A mudança no tempo dos três Estados é conseqüência da presença de áreas de instabilidade atmosférica associada à passagem de uma frente fria pelo litoral da Região Sul. Essa situação é comum nesta parte do País. Ventos com 60 km/h, de acordo com a Escala Beufort, agitam árvores e causam resistência aos pedestres.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições