Menu
SADER_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dagoberto deve ficar livre para o São Paulo na 2ª

4 Abr 2007 - 13h12

O atacante Dagoberto recebeu autorização para rescindir o contrato com o Atlético-PR por meio de depósito em juízo. Os representantes do jogador pegam nesta quarta-feira a carta-fiança emitida pelo banco, mas o tribunal entra em recesso por causa da Semana Santa e volta a trabalhar na segunda-feira, data em que o atleta fará o depósito e ficará livre para acertar com qualquer clube. O mais interessado é o São Paulo.

Na última segunda-feira, a juíza Rosemarie Diedrichs Pimpão, do Tribunal Regional do Trabalho de Curitiba, autorizou o jogador a depositar o valor da multa rescisória de R$ 5,4 milhões e caracterizar rescisão contratual.

Dessa forma, o dinheiro fica parado até que as ações judiciais movidas por clube e jogador recebam uma sentença. O atacante, seus procuradores e advogados tentaram fazer o depósito na terça, mas a carta-fiança só deve ficar pronta nesta quarta.

Os advogados vão entregar nesta quarta uma cópia da carta-fiança ao Atlético-PR e notificar o clube da rescisão. O último treino do jogador, impedido de atuar pelo clube paranaense depois de várias manobras da diretoria, foi na manhã de terça.

"Vamos protocolar no Plantão da Justiça do Trabalho e isso será anexado à decisão quando o Tribunal reabrir, na segunda. E ele estará livre", afirmou Fernando Barrionuevo, advogado de Dagoberto.

O Atlético-PR, mais uma vez, tentará impedir a saída do atacante, cassando a autorização do depósito, mas o tribunal estará em recesso. As várias "palhaçadas", como disse o atacante, são a justificativa para a rescisão em litígio. A última foi o corte do amistoso realizado em Dallas.

A diretoria do São Paulo aguarda a liberação definitiva para contratar o jogador, que já manifestou o desejo de atuar no Morumbi.

Os dirigentes do time tricolor lamentam a impossibilidade de um acordo com o Atlético-PR, que se recusa a negociar com os desafetos. A diretoria do São Paulo garante que ofereceu o valor da multa rescisória, mas os rivais recusaram.

Caso realmente seja contratado, Dagoberto só deve estrear na equipe em maio, no Campeonato Brasileiro e no mata-mata da Copa Libertadores, caso o São Paulo consiga a classificação no Grupo 2.

O técnico Muricy Ramalho espera ansioso, já que não tem um atacante de velocidade no grupo.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300
TRAGEDIA
Empregada vai passear com cachorro, deixa filho com patroa e menino morre ao cair de prédio
FUTEBOL
Clubes de futebol brasileiros se unem contra homofobia
ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'