Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Cusparada teria atingido cinegrafista; C. Ronaldo pode ser punido

30 Jun 2010 - 09h48Por Redação Terra

A eliminação de Portugal na Copa do Mundo da África do Sul depois da derrota para a Espanha por 1 a 0 pode não ser a única dor de cabeça para Cristiano Ronaldo. O atacante teria cuspido nos pés de um cinegrafista logo depois do final do jogo e pode sofrer punição, de acordo com o site India News.

Na saída do gramado, o atacante, figura apagada na partida entre os países ibéricos, olhou diretamente para a câmera de um cinegrafista e cuspiu na direção dos pés do profissional.

Ainda é incerto se foi intencional ou não, mas usuários da rede social Twitter já criticaram o capitão português por ser um mal perdedor. Além disso, Cristiano Ronaldo mostrava bastante irritação pela derrota.

O meia-atacante português, que joga também no Real Madrid, fez apenas um gol na Copa da África do Sul, na vitória de sua equipe sobre a Coreia do Norte por 7 a 0, a única na competição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários