Menu
SADER_FULL
sexta, 23 de abril de 2021
Busca
Brasil

CRM publica nota sobre denúncia de cobrança indevida do SUS

1 Jul 2004 - 07h13
O CRM (Conselho Regional de Medicina) publicou nota de desagravo em favor do ortopedista José Roberto de Souza, denunciado por suposta cobrança indevida de honorários e conduzido pela polícia para prestar interrogatório ao promotor Amilton Plácido da Rosa. O conselho entendeu que o médico agiu com “correção e responsabilidade, de acordo com os ditames que regem a profissão”. No dia 1º de abril, uma equipe do MPE (Ministério Público Estadual) foi até a Santa Casa verificar a denúncia. Segundo o presidente do sindicato, um paciente foi buscar atendimento via SUS, mas a espera para agendar o procedimento seria de três meses. A pessoa disse que possuía Cassems e questionou quanto tempo poderia demorar neste caso. O ortopedista José Roberto de Souza informou que a categoria não estava atendendo o plano de saúde, protesto iniciado em março contra a defasagem da tabela de honorários. Os pacientes estão sendo orientados a pagar o preço e posteriormente, pedir ressarcimento às operadoras. A denúncia foi formulada ao MPE.
 
Mídia Max News

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA EM CACHOEIRA
Mãe e filha morrem vítima de tromba d'gua em cachoeira; cunhado também morreu
ASSÉDIO À MENOR
Pastor é investigado após ser filmado beijando e oferecendo dinheiro a adolescente de 14 anos
UTRAPASSAGEM FATAL
Tio e sobrinho morrem "esmagados" por caminhão em rodovia
FATALIDADE
Bebê morre eletrocutado após morder fio de carregador de celular
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
REVOLTANTE
A intérprete que descobriu na aula de Libras que pastor abusava de adolescente
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19