Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
quinta, 15 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Crime está organizado; poder público não, diz juiz

1 Set 2004 - 17h26
A criação de uma força tarefa com os poderes estaduais e federais seria a única maneira de combater o crime organizado no Brasil, declara o juiz federal, Odilon de Oliveira, responsável por várias condenações de traficantes em Mato Grosso do Sul.
Para o magistrado, os poderes precisam se unir e se organizar, assim como o crime já vem fazendo. A ressalva de Odilon é que a falta de entrosamento e desorganização nas esferas do poder público podem fazer com que a força tarefa não entre em ação efetiva.
“O crime é organizado e, para diminuir a ação no País, seria preciso a organização do poderes”, analisa o juiz.
Conforme Odilon, em Mato Grosso do Sul, a sonegação fiscal e a lavagem e dinheiro, por exemplo, são crimes comuns devido à facilidade encontrada pelos criminosos em pratica-los. No Estado, o volume de sonegação maior está em empresas frigoríficas e aquelas que atuam na cadeia produtiva de grãos. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore