Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
Brasil

Crianças obesas podem apresentar problemas cardiovasculares mais cedo

11 Jan 2010 - 14h33Por Portal da Educação

De acordo com dados da Secretaria de Saúde de São Paulo, crianças e adolescentes que apresentam quadro de obesidade podem adiantar em até 20 anos problemas relacionados ao coração. A recomendação é que crianças com histórico de doenças cardíacas na família devam fazer exames de colesterol a partir dos dois anos de idade.

A Secretaria também informou que outros problemas podem surgir em decorrência do aumento da pressão arterial. A aterosclerose seria um deles, ela causa o envelhecimento natural de vasos e artérias do organismo.

O educador físico e tutor do Portal Educação, Diesi Souza Ventura, alerta que os pais acabam por se acomodar com a situação dos seus filhos, deixando em segundo plano a forma como estes se alimentam. “Tem quem acredite que obesidade é sinônimo de saúde”, diz Diesi.

“Procurar a orientação de médicos, nutricionistas e professores de educação física seria um importante passo para melhorar a saúde das crianças com excesso de peso”, ressalta o tutor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai