Menu
SADER_FULL
domingo, 7 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Criança de 2 anos morre afogada em caixa d´água do quintal de casa

10 Set 2013 - 16h39Por G1

Foi velado nesta terça-feira (10) o corpo do  menino de dois anos que morreu afogado em uma caixa d’água na noite de segunda-feira (9), no bairro Santarenzinho, no município de Santarém, oeste do Pará. O velório ocorreu na Igreja de Deus no Brasil.

De acordo com a polícia, Robert Gabriel Farias foi encontrado inconsciente pelo irmão de 20 anos. Ele chegou a ser socorrido e levado pelo pai ao posto de saúde do bairro. Os profissionais do posto tentaram fazer reanimação cardiopulmonar, mas o menino não resistiu e morreu.

O reservatório de água fica no quintal da casa. De acordo com a polícia, em depoimento, a família afirmou que a criança era acostumada a tomar banho na caixa d'água sempre acompanhada do pai, mas na segunda (9), o menino foi sozinho e, como o recipiente estava cheio, se afogou.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), passou por exames e foi liberado no mesmo dia para a família.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento