Menu
SADER_FULL
terça, 14 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Crescendo em Família atua em 22 municípios do Estado

12 Jul 2004 - 09h28
O projeto Crescendo em Família, desenvolvido pelo governo do Estado através da Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária (Setass), atende 5.158 famílias em 22 municípios no Estado. Atualmente, possui 343 multiplicadores capacitados e 48 técnicos do município de Campo Grande que vão capacitar 970 agentes jovens, além de trabalhos realizados em rádios que veiculam ações do projeto nos municípios.

A finalidade principal é promover as competências familiares e das redes municipais e estaduais para o desenvolvimento infantil, combatendo a mortalidade e outros problemas que afetam gravemente as crianças e comprometem o Índice de Desenvolvimento Infantil.

O Caderno da Família - Cuidando e Protegendo a Criança, material de orientação distribuído às famílias, é direcionado às famílias com crianças de 0 a 6 anos e contém informações muito importantes para o desenvolvimento das crianças.

A iniciativa trabalha as competências familiares, que são conhecimentos, comportamentos, práticas e habilidades que independem da condição socioeconômica e buscam promover a sobrevivência, o desenvolvimento e participação das crianças, contribuindo, assim, na sensibilização dos gestores públicos e núcleos familiares de Mato Grosso do Sul de que os primeiros anos de vida são fundamentais para a criança.

As famílias com crianças de 0 a 6 anos devem ser fortalecidas para exercer todos os estímulos e cuidados necessários, tais como carinho, amor (desde a gestação), acompanhamento do pré-natal, amamentação, vacinação, alimentação, educação, prevenção de acidentes domésticos e de todas as formas de violência.

O projeto também trabalha questãoes municipais que são o direito da criança de ter acesso à saúde, educação, lazer, visando à redução da desnutrição, doenças e eliminação do sub-registro.



Parceiros - O projeto Crescendo em Família é realizado pelo governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Unicef e Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), com recursos do Programa Criança Esperança. É articulado pela Setass e tem parceria das secretarias de Educação e Saúde e prefeituras municipais.

Participam do projeto os municípios de Campo Grande, Água Clara, Amambai, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Caracol, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Laguna Carapã, Miranda, Novo Horizonte do Sul, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas, Sonora, Tacuru e Vicentina.


Capacitação - O projeto visa atender às famílias desses municípios através da capacitação da rede municipal de atendimento para articulação das políticas públicas (saúde, educação e assistência social) e para o trabalho direto das famílias, através do Caderno da Família – Cuidando e Protegendo a Criança.

Após o lançamento do material, foram capacitados os técnicos responsáveis pela execução do projeto junto às famílias, além de radialistas dos municípios envolvidos. O projeto está em fase de implementação e ampliação, sendo estendido a outros programas da Setass, como os Centros de Educação Infantil e os Programas de Inclusão Social.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXILIO EMERGENCIAL
Liberados saques e transferências para aprovados no 3º lote
VITIMA DA COVID 19
Cantor morre de covid-19 após sogro e sogra; esposa está em isolamento
CAOS NA SAUDE
MT está perdendo a guerra para o coronavírus; nós subestimamos a doença
TRAGEDIA NO CONDOMÍNIO
Adolescente que matou amiga treina tiro esportiva há 3 anos com o pai
VIOLENCIA DOMESTICA
Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida e pisoteada pelo marido bêbado
CORONAVIRUS AVANÇA
Brasil tem 72.234 mortes por Covid-19, segundo consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
BONITO - DICAS AGÊNCIA
Como fazer Snorkel em Bonito MS, o que ver, o que fazer e o que não!
PANDEMIA CORONAVIRUS
Filho de ex-jogador famoso vende geleias e não vê o pai há nove anos
SOB INVESTIGAÇÃO
Maria Aldenir lutou com assassino, mas viu a filha ser morta com 24 facadas
AVANÇO DA PANDEMIA
Mais 903 casos e 33 mortes por coronavírus foram registrados em 24h em MT