Menu
SADER_FULL
terça, 15 de junho de 2021
Busca
Brasil

Correios lança campanha nacional contra aids

9 Fev 2010 - 15h11Por Mídiamax

Foi lançada hoje (9) a campanha Correios Contra a Aids que envolverá inicialmente a participação de 120 agências dos Correios na distribuição de informações sobre a doença. A iniciativa integra o movimento mundial de prevenção e é promovida em parceria com o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/Aids (Unaids) e outros organismos internacionais.

A meta dos ministérios das Comunicações e da Saúde e dos Correios é que sejam levadas informações sobre a prevenção e o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) a toda a população do país, até 2012.

O lançamento da campanha, dias antes do carnaval, foi feito de maneira estratégica. Na primeira fase, será distribuído material no Distrito Federal e em regiões prioritárias no Amazonas e na Bahia. Os Correios vão distribuir cartões postais com abordagens bem humoradas de questões ligadas ao HIV/Aids e também 15 mil folders e mil cartazes, devendo ser enviadas ainda 800 mil mensagens por mala direta.

O diretor da Unaids no Brasil, Pedro Chequer, afirmou na solenidade de lançamento da campanha que o Brasil está tratando o assunto de "forma inovadora em relação aos outros países em que ela foi lançada, tendo em vista a permeabilidade possibilitada pelo trabalho dos Correios".

O esclarecimento da população sobre a questão, segundo ele, reduz os preconceitos e o estigma em torno da aids.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou que a população vai receber informações sobre a aids, com a participação dos Correios, "de forma tão rápida quanto recebe o Sedex10", serviço de remessas expressas da empresa.

Para o ministro, a eficiência na prevenção e no tratamento da aids passa pela qualidade das informações que a população recebe sobre o assunto o que contribui também para acabar com os preconceitos.

O representante da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, Cristian Ramos, afirmou que o trabalho realizado com relação à doença é exemplo para outros países. Ele entende que o esclarecimento sobre a questão pode contribuir também com o fim da discriminação no mercado de trabalho.

A primeira fase da campanha começou em julho do ano passado, mobilizando a estrutura de mais de 660 mil agências dos Correios em países como Burkina Faso, Camarões, China, Estônia, Mali e Nigéria.

Durante a solenidade foi lançado também o site da campanha (www.correioscontraaids.org.br) que apresenta de forma lúdica e interativa informações sobre doenças sexualmente transmissíveis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego
+ AUMENTO
Gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda feira, 14
CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países