Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 5 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Corpo do pioneiro Lídio Verão será sepultado às 10h30

10 Mai 2011 - 08h49Por Dourados Agora

O corpo do douradense Lídio Nunes Verão, aos 85 anos, será sepultado nesta terça-feira, às 10h30, no cemitério Parque das Primaveras, perto do Hospital Universitário. Ele morreu na tarde de ontem, na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital da Vida de Dourados, após sofrer uma queda, e faleceu em decorrência de complicações no quadro de Saúde. O corpo está sendo velado na capela ao lado do cemitério municipal e será sepultado no final da tarde desta terça-feira no Santo Antônio de Pádua

Lídio deixa víuva Geny da Silva Verão. O casal teve seis filhos: Wilson, Vilmar (in memorian), Weimar, Vander (editor chefe do jornal O Progresso), Valdo e Celia; além de 13 netos e um bisneto.

Verão nasceu em Dourados em 3 de dezembro de 1925, filho do pioneiro Francisco Nunes Siqueira, do Rio Grande do Sul, e Tomázia Verão, da Argentina. Lídio era neto do patriarca da família, Miguel e Geralda Veron, que migraram de Correntina para o Brasil, chegando à região de Dourados da década de 10, início do século passado.

Após o casamento com a jovem Geny, o casal se mudou para Itaporã, onde tiveram os filhos. Lá, foi vereador pelo PTB em meado da década de 50; candidato a vice-prefeito de Edson Bezerra, que perdeu a eleição na década de 60; e também dirigiu o Clube Atlético Itaporã.

Lídio foi o primeiro distribuidor do O PROGRESSO na cidade Pedra Bonita, na década de 60. Os filhos, inclusive Vander Verão, editor chefe deste matutino, ajudaram o pai na tarefa de fazer chegar o jornal às residências naquele município. Além de colaborador, Lídio sempre foi leitor assíduo do O PROGRESSO, contribuindo via de regra com sugestões e boas idéias.

Na década de 70, a família Verão retornou para Dourados onde fixou residência no Jardim São Pedro, região da feira. Lídio atuou em vários setores, no comércio, marcenaria, construção civil e, finalmente, ingressou no serviço público, aposentando-se como servidor público municipal.

Palmeirense "roxo", Lídio Verão também falava com muita destreza de política e, mais do que qualquer outro douradense, sabia cada detalhe da história do município que amou até a morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento