Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 29 de novembro de 2021
Busca
Brasil

Coronel Ivan quer julgamento justo em processos disciplinares da PM

7 Out 2009 - 17h42Por AL / MS

Os policiais militares de Mato Grosso do Sul podem ganhar mais chance de defesa em casos de processos disciplinares no âmbito administrativo. O deputado Coronel Ivan (PRTB) apresentou hoje projeto de lei complementar que altera a redação do artigo 46 da lei complementar 053/90, com o objetivo de garantir aos PMs o direito do duplo grau de jurisdição administrativo, possibilitando assim um julgamento interno mais justo e descentralizado, permitindo ampla condição de defesa.
 
Na legislação vigente, o processo administrativo disciplinar militar é julgado em única instância pelo Comandante-Geral da corporação, não sendo garantido ao acusado qualquer forma de impugnação. "No atual regime, a decisão pelo Comandante-Geral, ainda que se revele extremamente injusta e autoritária, não pode ser contestada, devendo ser imediatamente aplicada", justifica Ivan.
 
Para o parlamentar, a norma vigente contraria o artigo 5º da Constituição Federal que assegura aos acusados, na esfera judicial e administrativa, a ampla defesa. Além de retirar do comandante a competência do julgamento em única instância, o projeto do Coronel Ivan prevê o julgamento por um Conselho Superior de Recursos, que seria formado por oficiais e teria a finalidade de julgar os recursos contra a decisão do comandante.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto
CRUELDADE
Justiça nega exame de insanidade a mulher que esquartejou filho
MANIACO SEXUAL
Homem é filmado passando a mão em mulher no meio da rua
+ AUMENTO
Conta de luz deve subir mais de 20% no ano que vem, estima ANEEL