Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Corinthians não quebra tabu, mas atrapalha Santos

7 Out 2004 - 07h23

Santos e Corinthians empataram por 1 a 1 nesta quarta-feira à noite, no estádio da Vila Belmiro, na Baixada Santista, e não têm motivos para comemorar o resultado. O time da casa segue em segundo, com 65 pontos, e pode ver o Atlético-PR disparar ainda mais na liderança do Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, contra o Juventude, em Caxias. O Terra Esportes acompanha o complemento da rodada em tempo real, a partir das 20h30.

O tabu sem vitórias do lado corintiano aumentou para nove partidas, mas serve como consolo para a equipe de Tite o fato de ter atrapalhado o rival na corrida pela volta ao topo. Com 53 pontos, o Corinthians está empatado com Ponte Preta e Fluminense, mas leva desvantagem no saldo de gols e caiu para décimo.

O jogo

O primeiro tempo começou com bastante disputa no meio-campo e um bom duelo tático dos treinadores. A marcação predominava, principalmente no Corinthians, que tentava segurar Deivid e Robinho.

O time da casa deu o primeiro chute a gol, nos primeiros segundos de jogo, mas Deivid não conseguiu assustar Fábio Costa. Aos oito minutos, a equipe de Tite tentou mostrar que estava viva com arremate de Fabinho longe do gol de Mauro.

O primeiro gol do jogo foi do Santos, que aproveitou cochilo da defesa rival: Preto Casagrande carregou pela intermediária e não foi bloqueado. Arriscou no canto, a bola tocou no gramado, levantou, e derrubou Fábio Costa, aos 22 minutos.

No minuto seguinte, os comandados de Tite quase chegaram ao empate. Fabinho tabelou com Gil e chegou perto do gol, mas, desequilibrado, não conseguiu chutar.

O Corinthians buscava o gol, porém abusava dos erros de passes na entrada da área. Por outro lado, marcava bem as descidas de Robinho e Deivid.

O empate também foi mais devido ao erro da defesa do que pelos méritos do Corinthians. Gil tentou Alberto na área, mas o atacante não conseguiu dominar. A zaga se enrolou com a bola e o atacante esticou a perna, conseguindo fazer com que Edson recebesse livre, de frente para Mauro, para empurrar, aos 45 minutos.

A segunda etapa começou com o Corinthians arriscando mais do que no primeiro tempo. O primeiro lance de perigo terminou com chute de Fábio Baiano para fora.

O Santos só chegou aos nove minutos, mas obrigou Fábio Costa a fazer grande defesa. Elano pegou de primeira após rebote da defesa e quase fez o segundo.

E aos poucos a equipe santista foi dominando a partida. Pressionado, o Corinthians passou a jogar nos contra-ataques. Aos 12 minutos, Ricardinho serviu Deivid, que chutou por cima do gol.

Aos 21 minutos, mais uma chance desperdiçada por Deivid, que bateu para fora após cruzamento de Paulo César.

Luxemburgo colocou Basílio no lugar de Elano e deixou o ataque mais rápido. Tite tirou Alberto para dar chance ao jovem Jô, mas a alteração surtiu pouco efeito prático.

Após cabeçada de Ávalos para fora e de chute de Preto Casagrande defendido por Fábio Costa, a equipe corintiana conseguiu levar perigo ao ataque. Coelho, que entrara no lugar de Édson, tocou para Fábio Baiano, que fez boa jogada pela direita e levantou na cabeça de Jô, que, sozinho, mandou para fora.

A chance para o Santos matar o jogo aconteceu aos 37 minutos. Após boa triangulação do ataque santista, Basílio escapou da defesa e bateu para ótima defesa de Fábio Costa; na sobra, Deivid carimbou a defesa e, no terceiro rebote, o goleiro salvou gol de Robinho. A bola ficou de novo perto do gol, mas Betão mandou para escanteio. O Corinthians ainda tentou com um chute de Fabinho, para fora, e em cobrança de falta de Coelho no último minuto, que ficou na barreira.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos