Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Corinthians desiste de dar novo armador a Tite

2 Jul 2004 - 08h36
O Corinthians interrompeu a procura por um armador, reforço pedido pelo técnico Tite. A decisão foi tomada após a frustrada tentativa de contratar Rodrigo Fabri, com quem o treinador trabalhou no Grêmio.

"Por falta de jogadores disponíveis no mercado, vamos tocar nosso trabalho como está", disse o diretor de futebol Paulo Angioni, que também tentou contratar Ramón, do Fluminense.

"Depois de um período de reflexão, se o Tite sugerir outro nome, podemos voltar a tentar", completou o dirigente corintiano.

Ele descartou ainda a chegada de um zagueiro e de um atacante, reforços que também faziam parte dos planos do treinador.

Angioni pode rescindir nos próximos dias os contratos de Édson Araújo e Adrianinho, que estão no time B. Como a equipe vai disputar a Copa Estado de São Paulo só com juniores, os dois não serão aproveitados pelo clube.

O dirigente afirmou que foi oficializada nesta quinta a ida do lateral Kléber para o Basel (Suíça).

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial