Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 17 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

Corinthians desiste de dar novo armador a Tite

2 Jul 2004 - 08h36
O Corinthians interrompeu a procura por um armador, reforço pedido pelo técnico Tite. A decisão foi tomada após a frustrada tentativa de contratar Rodrigo Fabri, com quem o treinador trabalhou no Grêmio.

"Por falta de jogadores disponíveis no mercado, vamos tocar nosso trabalho como está", disse o diretor de futebol Paulo Angioni, que também tentou contratar Ramón, do Fluminense.

"Depois de um período de reflexão, se o Tite sugerir outro nome, podemos voltar a tentar", completou o dirigente corintiano.

Ele descartou ainda a chegada de um zagueiro e de um atacante, reforços que também faziam parte dos planos do treinador.

Angioni pode rescindir nos próximos dias os contratos de Édson Araújo e Adrianinho, que estão no time B. Como a equipe vai disputar a Copa Estado de São Paulo só com juniores, os dois não serão aproveitados pelo clube.

O dirigente afirmou que foi oficializada nesta quinta a ida do lateral Kléber para o Basel (Suíça).

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições